28 de set de 2014

Slaps And Kisses. - 2° Temp. - 11° Capitulo



- Alex - Ele sussurrou meu nome beijando meu pescoço e então chegou perto do meu ouvido , mordiscando o lóbulo da orelha - Aceita namorar comigo ? - Eu o empurrei olhando dentro dos seus olhos , um sorriso sapeca pairava em seus lábios e seus olhos brilhavam - Aceita ser minha namorada e depois minha noiva e minha esposa e ficar velhinha junto comigo até quando eu brochar e tomar azulzinho ? - Ele soltou uma gargalhada de criança gostosa - Eu te amo Alexandra Cure , Namora comigo ? ....
- Eu.. eu .. - Minha cabeça girava e meu estomago embrulhava como de uma adolescente apaixonada , mas eu não sabia se aquele era o momento exato para que ele pedisse aquilo -
- Eu sei que você me ama -seu sorriso convencido desarmou tudo -
- Eu aceito Bieber - Seu sorriso era tão enorme que o meu também se abriu -
- Linda - Então ele me beijou novamente -

  Ficamos deitados , abraços , nos beijando e assistindo ao desenho que passava na televisão eu estava me sentindo tão relaxada com Justin alisando meus cabelos e rindo idiota do desenho.

- É tão bom ficar aqui assim - Ele disse sorrindo - O barulho do vento e da chuva lá fora , o frio aqui e você quentinha junto comigo 
- É ótimo ficar assim sem crianças gritando , só eu e você sozinhos;
- Ah mais é legal ter crianças também , quanto nós tivermos nosso filho eu vou gostar dele e da Megan correndo pela casa , gritando , brigando. - eu suspirei querendo falar para ele que ele tinha uma filha , que nós tinhamos uma -
- Mas é diferente , tem momentos que só queremos isso ficar abraçados , juntos , conversando.
- Nós vamos ter esse momento , quando agente se casar sua baba , da megan na vdd vai ficar com as crianças pra eu ter você sozinha pra mim - Ele sorriu beijando minha bochecha -
- Eu te amo - Sussurrei em seu ouvido assim que me virei para ele -
- Linda , eu também te amo.

   Então ali mesmo eu dormi , peguei no sono no outro dia quando acordei eu estava literalmente sem roupa , isso , a unica coisa que me cobria era a coberta , eu estava deitada em cima de Justin e ele estava me abraçando mesmo dormindo , levantei assustada , levando um jato de flash backs lembrando da noite passado e de que Justin Drew Bieber agora era meu namorado e eu havia dormido de roupa , eu lembro.

- Justin - O Chamei vendo-o abrir os olhos lento , e bocejar , seu rosto estava macio como bunda de bebe e o topete inteiramente bagunçado - 
- Bom dia amor - Sorriu e eu ainda o olhava confusa -
- Porque estou pelada ? - Ele sorriu e se sentou na cama passando a mão pelos cabelos -
- Suas roupas estavam me incomodando ai eu tirei elas e te esquentei - Ele deu um sorriso safado -
- Ei , oque você aprontou comigo ?
- Nada amor , não confia em mim - ele soltou uma gargalhada e eu lhe dei um tapa - sério nada mesmo , para de me bater , eu so tirei , fiquei tentado em brincar um pouco mas não fiz - Ele sorriu chegando perto da minha orelha - Prefiro você acordada rebolando no meu pau - Um Sussurro baixo , gostoso e excitante.

   Ele mordiscou aquela região e eu o empurrei deitado , montando em cima dele e o beijando ferozmente , depois daquilo foi festa o resto da noite , de quatro , de frente , de lado todas as possisões que eu podia lembrar que eu era dele e que ele era meu e que naquele momento nada nem ninguém poderia interferir em nós.

- Eu te amo - Sussurrou quase 10 minutos depois de tudo , já estávamos deitados , ele me abraçava contra seu peito -
- Eu tbm te amo Bieber , você não sabe o quanto -Suspirei e vi ele sorrir , então ficamos mais tempo deitados ali -

  Assim que o celular de Justin tocou ele se levantou para atender , sorriu animado ao ver o nome na tela e eu o olhei confusa.

~Ligação on~

- Oi gatinha -Ele falou sorrindo e catou suas roupas do chão jogando em um cesto de roupas -
...
- Ih , oque houve ?
...
- Ah só você vir também , te receberei de portas abertas - Eu estava me roendo , minhas mãos estavam quase voando na cara de Justin -
...
- Saudades também , e tem uma pessoa que com certeza vai adorar lhe receber - Ele sorriu e passou a mão nos cabelos , que homem sexy -
...
- Qualquer coisa me liga , beijo 

~Ligação Off~

  Eu olhava indignada para a cara de Justin e ele pareceu não se importar , apenas colocou uma cueca e apagou a luz voltando a se deitar ao meu lado.

- Tem uma pessoa  que talvez venha nos ver - Ele falou por fim e eu franzi o cenho -
- Quem ? A gatinha do celular - Bufei e ele soltou uma gargalhada gostosa -
- Sim amor sim , a Caitlin , ela e Chaz estão em pé de guerra.
- Caitlin ? Caitlin é a gatinha do celular ? -Perguntei irritada - Ah vai se fuder Justin -Eu estava irritada , não exatamente com ele , mas com ele por ter me deixado com ciumes idiota atoa -
- Calma linda , olha o ciumes. - Falou rindo -
- Me fala logo oque Caitlin e Chaz tem agora ? - Perguntou estressado -
- Chaz quer viajar para cá com Kaio mas Caitlin não quer deixar então a única opção e vir junto , mas ela também não quer viajar com Chaz.
- Meu Deus , uma hora eles tão fodendo , outra hora estão brigando.
- É Tapas e Beijos Bebe. - Falou rindo e alisando meus cabelos -
- É amor , eles só não aceitaram ainda.
- Chris , eu , você , sua mãe , Nanda , todos estão aqui , só falta , Michael , Hannah , Ryan até porque Chaz e Caitlin já devem vir.
- Isso é verdade e falando e Chris preciso ligar para ele depois , ele sumiu desde aquele dia , estou preocupada já.
- Ele deve estar bem amor.
- Eu sei , mas ele é meu amigo não custa nada ir atrás.
- É você que sabe - falou dando de ombros - Que tal Chamar Ryan e Hannah para vir visitar o lugar ? - Ele falou pensativo -
- Hm... é uma boa ideia , ótima na verdade até porque Hannah gosta de Ryan , vai que com uma forcinha não rola.
- Isso é

  Ficamos ali deitados conversando até quase 10:00 Depois disto tomamos banho e descemos para tomar café , precisa ir para casa mesmo nessa onde de amor e de vontade de ficar com Justin eu ainda tinha Megan para cuidar.

- Preciso ir.
- Mas já ?
- Sim , preciso cuidar de Megan , daqui a exatas 3 horas tenho trabalho adoidado , ainda tenho umas coisas ai.
- Ah mas em pleno domingo gatinha - Ele suspirou agarrado em minha cintura -
- Sim , mas se quiser ir comigo , terei que fotografar em um quarto de hotel , no studio e na praia se você quiser.
- Vou sim , passo na sua casa as 12:30 linda e mais tarde a noite é nossa. - Lhe dei um selinho e sai sorridente mesmo com o vento gelado na cara -

  Assim que cheguei vi o meu pacotinho branquelo em cima do sofá embolada nas cobertas assistindo desenho , sua mamadeira vazia estava na mesinha de centro e ela estava toda incolida estava frio até demais , entrei de vagar e lhe dei um beijo de surpresa na bochecha fazendo ela dar um pulo.

- Que susto mamãe.
- Bom dia princesa - Sorri e puxei as cobertas me deitando junto com ela -
- Bom dia mamãe , tava na casa do tio ?
- Hm... sim - Sorri e ele sorriu também -
- Eu to com saudades dele - Ela fez bico -
- A senhorita vai ver ele hoje , ele vai no trabalho com a nossa pessoa.
- Eeeh - Ela comemorou sorrindo - 
- Cade todo mundo ?
- Andrey saiu , vovó e titia nanda tão dormindo elas chegaram de manha , Lucy ta na cozinha - Ela falou pensativa e deu de ombros -
- Ai que bagunça essa casa - Falei e ela riu -
- Fica comigo assistindo desenho mamãe - Ela pediu -
- Ta eu fico mocinha 

  Fiquei ali deitada com ela debaixo das cobertas assistindo desenho na Disney até a hora do almoço estava frio e escurinho , o tempo estava incrivelmente gostoso para aqueles momentos debaixo da coberta assistindo televisão.

- Comida está pronta dona Alex
- Só alex Lucy - A repreendi pela miléssima vez - Vamos almoçar mocinha.

  Liguei para Andrey e ele me disse que estava com uma amiga , mas pela sua voz ele estava era fodendo ela forte mandei que ele voltasse antes das 17:00 e ele apenas obedeceu e desligou.
   Almoçamos apenas eu Lucy e Megan pois minha mãe e Nanda com certeza estavam chapadas, assim que deu 12:30 a campainha tocou , eu estava terminando de me arrumar e Megan desceu correndo assim que terminei de arrumar seu tenis logo escutei o gritinho dela e a voz de Justin e passos no corredor.

- Oi gatinha - ele apareceu na porta com Megan em seu colo e eu como sempre reparei a linda semelhança entre os dois -
- Oi amor - Justin me deu um selinho e logo reparei na cara de espantada de Megan -
- Ah Mamãe - Ela deu um gritinho - Porque o tio te beijoou ?
- Ai caraca - Praguejei baixo -
- Depois nós conversamos sobre isso amor - Falei para Megan que nos olhava com os olhos confusos -

  Ela ainda nos olhava desconfiada mas parecia não estar dando tanta importância saimos com o carro de Justin e fomos logo para a praia , a sessão seria assim mesmo com o tempo nublado e chuvoso , teriamos primeiro sessão de biquini , a outra que seria no apartamento seria do novo Perfume.

- Fotografar na praia nesse frio ? - Ele perguntou franzindo o cenho -
- Trabalho né amor é tipo um ator que por mais que esteja frio tenha que fazer uma cena na piscina , a diferença é que eu apenas poso para fotos.
- Ah isso é verdade.

  Assim que chegamos Justin e Megan arrumaram um lugar para sentar ,mas de quebra um lugar que dava visão perfeita de mim para eles , troquei de roupa rápido e então a sessao de flashs começou , eu usava um biquini azul e branco bastante decotado , logo depois troquei por outro e depois outro e quando eu coloquei o ultimo dei graças ao meu bom Deus, via Justin vidrado , observando atentamente de longe toda vez que eu colocava um novo modelo ele lambia os lábios oque me deixava com uma cara de prazer , desejo , amor imensa.

- Eu adoreeei a sessão de hoje , você está sensual , com um olhar sexy , continue assim com esse brilho nos olhos na proxima sessão gata - O Fotografo falou depois que eu tirei o biquini e me esquentei no meu casaco -
- Obrigado - Sorri envergonhada e caminhei até Justin e Megan que ainda estavam sentados , na verdade Megan havia dormido nos braços de Justin e eu sorri vendo ele alisar os cabelos castanhos dela -
- Você é perfeita no que faz - ele falou sério , mas ao canto de seus lábios eu podia ver um sorriso perfeito -
- É algo que eu goste e me esforce - Sorri e passei aos mãos em seus cabelos bagunçando o topete -
- Ainda não consigo me acostumar com alguém mexendo no meu cabelo de novo - Sorriu largamente -
- Acostume-se - Sorri -

  Saimos dali , Justin com megan nos braços e eu ao lado indo para seu carro , ele colocou ela deitada no banco traseiro e seguimos para o hotel aonde seria a segunda sessão do dia , Justin novamente arrumou um lugar extremamente maravilhoso , mas dessa vez quando eu sai do banheiro com uma roupa incrivelmente ... sensual ,o queixo de Justin foi ao chão e seus olhos brilharam incondicionalmente , uma sinta liga preta , salto alto , sutiã combinando e um batão incrivelmente vermelho , qualquer homem pirava , ele me acompanhava com o olhar por onde eu passava , e pela primeira vez eu fui sensual de  verdade em uma sessão , a cada posse os olhos de Justin brilhavam mais ainda e ele mordia os lábios quase sem perceber, era como se eu fosse a pressa e ele o caçador , seu olhar estava faminto , quando acabei fui direto para o banheiro troquei a roupa e quando sai Justin ainda me olhava insistentemente de cima abaixo.

- Oque achou ? - Sorri e ele respirou fundo -
- Foi... ótimo , melhor irmos. -Ele falava com dificuldade , parecia estar sufocado -
- Você está bem ? - Perguntei sorrindo e ele levantou visivelmente incomodado puxando a calça nervoso -
- Sim podemos ir ? - Assenti rindo e saimos de lá , Justin dirigia visivelmente nervoso o volume em sua calça me fazia rir por saber o motivo do seu nervosismo -

 Ainda olhando pela janela eu apoiei minha em sua coxa , justin apertou o volante com força e diminuiu a velocidade aos pouco , ele sabia que eu ia atiça-lo , olhei para Megan que dormia como um anjo então subi a mão passando por cima de seu membro e apertei acariciando e ele soltou o ar com força.

- Alex - Ele respirou fundo -
- Eu ? - O encarei com a cara mais sinica do mundo -
- Pare com isso -Ele falou sério -
- Mas porque ...
- Em casa eu te mostro o porque -Ele sorriu safado e continuou dirigindo - Vamos passar em um restaurante , Megan e você precisam comer.
- Preciso é ir no banheiro - Justin gargalhou -

  Em menos de 10 minutos estavam em frente a um restaurante , sai correndo atrás de um banheiro enquanto Justin com toda sua paciência acordava Megan quando voltei eles estavam a mesa , Megan cochilando e Justin rindo e falando algo para ela.

- Oi voltei , Megan filha acorda - Chamei ela que ainda continuava meio grogue -
- To acordada mamae - ela falou meio embolado -

  Fizemos os pedidos e eu e Justin riamos de Megan que toda hora quase caia, eu estava feliz com aquilo , Justin babava megan de uma tal maneira que me deixava Feliz , incrivelmente feliz com o amor puro que eles tinham um pelo outro.

- Amor -Ele me chamou me fazendo voltar a atenção para ele - Eu estava pensando em pegar tipo uma semana , ou duas de férias e agente ir visitar minha mãe e Raymond oque voce acha ? 
- Hm... Eu adorei a ideia , estou com saudades deles -
- Então vamos mesmo ? - Ele sorriu animado , faziam 5 anos que ele não ia ver Pattie , nem colocava o pé por lá -
- Vamos sim , eu vou mudar meus horarios de sessão e tentar dar um jeito pode ser ?
- Claro - Ele virou beijando minha bochecha e apertou minha coxa por baixo da mesa -

  Quando saimos dali a casa dele não estava muito longe e chovia leve quando chegamos lá Justin levou megan para o quarto de hospedes e eu apenas me joguei no sofá querendo relaxar o suficiente para acordar viva e bem amanha novamente. Quando Justin desceu ele estava tenso , olhou para mim e passou direto sumindo na cozinha , quando voltou ele parecia suar frio , os lábios em uma linha reta com frieza.

- Justin ?
- Alex vai pro quarto por favor - Eu franzi o cenho -
- Como assim ?
- VAI ALEXANDRA - Ele gritou e eu arregalei os olhos , não queria brigar então subi correndo e irritada , isso por acaso é bipolaridade ? -

  Tomei banho e ao longe escutei a camapainha mas nao me importei essa hora deveria ser difícil justin atender alguém , coloquei uma blusa de Justin e a calcinha , meus olhos se arregalaram quando o estrondo veio da sala sai pelo corredor sem fazer barulho e olhei pela escada na sala em pé havia Justin e mais alguem a sua frente e o barulho de algo havia sido de um jarro de porcelana jogado ao chao.

- Você nao vai estragar minha vida ,nao agora - Justin gritou como se tivesse perturbado entao eu fiquei atenta e sentindo todos os musculos do meu corpo enrigecerem bruscamente- 
- Voce acha que um filho seria estragar sua vida ? - a voz bem conhecida de uma mulher chorando falou -
- Com voce sim - A voz fria e grossa de justin doeu ate em mim entao eu pensei na mulher como deveria ter sido dolorosa aquelas palavaras mas ao mesmo tempo uma faca entrou
 no meu peito e uma dor enorme me invadiu -
- Que historia é essa ? - Eu perguntei com a voz fria descendo as escadas -
- Alex não... -Meu sangue ferveu assim que vi que quem chorava era Rosa -
- QUE HISTORIA É ESSA BIEBER ?...

                
                                     18 COMENTÁRIOS 

14 de set de 2014

Slaps And Kisses. - 2° Temp. - 10° Capitulo



Capituloo pequeno , maas acho que vocês vao gostar do final :3

~Boa leitura~

- Justin é pai da Megan ? - Ela perguntou séria -
- Oque você disse agora Fernanda ? - Uma voz ecoou atrás de Nanda e ela se afastou bruscamente parando ao meu lado - Vamos digam ?...
- MÃE ? - Ela nos olhava com os olhos atentos -
- QUE HISTORIA É ESSA ALEXANDRA ? - Minha mãe praticamente gritou -
- NÃO É DA CONTA DE VOCÊS -Falei no mesmo tom que ela irritada -
- Claro que é - Nanda falou -
- Me deixem em paz - Sai correndo dali e de longe avistei Justin e Megan um de frente para o outro sentados ela segurando a mão dele e ele ria de algo -
- Porque não conta para eles ? - Uma voz calma soou atrás de mim -
- Me deixa Nanda - Resmunguei sentindo um nó na garganta -
- Baixa a guarda Alexandra - Ela me abraçou de lado , um gesto tão normal como de uma mãe e uma filha e eu a abracei de volta me sentindo amuada -
- Eu não sei como contar isso - resmunguei como uma criança com medo e ela beijou meus cabelos -
- Você precisa pensar em um jeito , olha como os dois se amam , olha o sorriso no rosto da sua filha. - Eu me soltei dela e suspirei -
- Vou dar um jeito , cade minha mãe ?
- Ela foi comprar algo para beber , ela está meio nervosa com você.
- Ela fica nervosa atoa, Bom vou chamar Justin para ir embora , vocês vao agora ?
- Sim vamos.

  Na volta minha mãe foi dirigindo meu carro com Andrey , Nanda e Megan e eu fui no carro do Justin quase obrigada por ele que alisava minha coxa o caminho todo me deixando um arrepio onde a palma da mão passava.

- Vou para sua casa 23:00 assim que colocar Megan e Andrey para dormir. -Falei assim que ele estacionou em frente minha casa -
 - Super mamãe , vou estar te esperando - Ele beijou o canto dos meus lábios me deixando com um gostinho de quero mas e eu rugi de raiva saindo do carro -
- Mais tarde tem mais gatinha - Ele piscou e deu ré no carro , saindo rua a fora e me deixando ali parado e necessitada dele -
- MAMÃE - Megan pulou no meu colo - vovó e titia vão sai hoje , disseram que vai bada... bada.. eu não sei essa palavra.
- Badalar ?
- Issoo , isso essa palabra ai mesmu mamãe.
- Ah , deixa elas se divertirem. 
- To com fome.
- Ta na hora de lanche da tarde que tal ?
- Eeeeeeh 

  Comemos conversando e rindo e logo depois Megan deitou no sofá e por lá ficou e eu como uma completa intediada fiquei assistindo tv , tudo que eu queria era que a hora passasse e eu pudesse estar nos braços de Justin novamente.
  Quando eram 17:30 eu ja estava arrumada esperando minha mãe e nanda , o trabalho nos esperava e eu estava doida para ir para as sessões e acabar logo com aquela coisa toda ,quando chegamos todos nos olharam , é , Dannielly estava no pedaço , então fomos nos arrumar hoje Nanda iria apenas assistir.

- Filha - minha mãe entrou no camarim já arrumada -
- Eu
- Seu acesor ligou , ele disse que tem boas novas.
- Quais ?
- Ele não falou disse que vai tratar direto com você e que ele precisa falar com a gerencia da Victoria ainda para não ter problemas.
- Nossa - dei de ombros mesmo curiosa -

  Tiramos provavelmente umas mil e quinhentas fotos , e assim que acabou eu sentei feliz por ter acabado tirei aquela roupa , coloquei a outra pois agora a sessão seria minha e quando acabou eram exatas 21:00 corri para me trocar Minha mãe e Nanda haviam ido embora para a tal balada. Quando toquei a campainha da casa de Justin Sabine atendeu a porta seu sorriso estava amarelo quando me olhou.

- Justin está ? - Sorri percebendo como ela ficou sem graça -
- Hm ... querida.
- Fale ?
- Justin está meio.. ocupado
- Mas ele marcou... - Parei olhando-a - Sabine ?onde justin esta ?
- La em cima 
- Licença - entrei correndo , meu coração batia aceleradamente , andei de vagar pelo corredor assim que escutei batidas forte vindo da parede do quarto de Justin e um grito fino ecoou -

   Eu estava possessa com raiva , fervendo , meu sangueparecia circular forte pelas minhas veias , abri a porta do quarto com força fazendo um estrondo e assim que parei ali em pé meu coração começou a bater fraco quase parando Justin a vida se esvaindo dos meus olhos e do meu corpo ele estava parado completamente nu , com Rosa com as pernas em sua cintura encostada na parede , ele pelo jeito fodia ela rapido e forte pois ele ofegava e os olhos assustados me olharam e se afastaram de Rosa bruscamente que soltou as pernas de sua cintura e caiu de bunda no chão. Minha raiva , minha vontade de chorar , tudo se misturou aquela cena foi uma das piores da minha vida , meu corpo todo se arrepiou conforme a raiva aumentava e a tristeza me invadia.

- Alex ... eu não.. - Ele gaguejou deixando os ombros cairem e os olhos dele se enxeram de lágrimas assim que as lágrimas jorraram dos meus -
- Boa noite alexandra -Rosa levantou sorrindo sinica -
- GAROTA SOME DAQUI - Justin gritou tão inesperado que nós duas arregalamos os olhos -
- Mas justin ... 
- SAI DA MINHA CASA - Ela abaixou procurando as roupas com os olhos cheios de lágrimas também-
- Ah você ta procurando isso ? - Abaixei pegando todas as roupas e levantei com as próprias na mão -
- Me dá - seus olhos haviam magoa , raiva -
- Claro - Abri a porta e sai rebolando pelo corredor , ela veio correndo atrás de mim e eu desci rapido -
- ALEX - Justin que usava apenas uma bermuda desceu correndo -

  Passei correndo pela cozinha e peguei o esqueiro e sai pela porta , Justin correndo atrás de mim e Rosa parou na porta gritando que nem uma maluca enquanto eu ria , gargalhava entre as lágrimas mas era uma gargalhada tão maquiavelica que me senti a pior pessoa do mundo.

- OQUE VOCÊ VAI FAZER SUA MALUCA ME DÁ MINHA ROUPA - Ela gritava -
- ALEX NÃO FAÇA ISSO - Justin gritou mas já era tarde , estava parada no meio da rua , as roupas jogadas no chão , e eu acendi o esqueiro vendo a roupa queimar a minha frente eu gargalhei , Justin estava de boca aberta e Rosa gritava então veio correndo ainda pelada -
- VOCÊ É MALUCA , PIRADA , PRECISO IR PARA UM HOSPICIO - Ela correu rápido e entrou no portão da casa ao lado -
- Alex - Justin sussurrou assim que eu virei as costas , o céu nublado agora jorrava agua , era como se chorasse comigo - Me desculpa - Ele já estava perto de mim , eu podia sentir o calor , o seu cheiro , a maciez de sua mão em meu braço -
- TIRA A MÃO DE MIM , EU TO COM NOJO DE VOCÊ - Eu falei alto e em bom som chorando , tentando não deixar a voz falhar -
- Alex não faz assim eu... - Ele estava com um semblante horrivel -
- VOCÊ QUE FEZ ASSIM , NÃO PENSOU 2 , 3 OU 4 VEZES ANTES DE PICAR MEU CORAÇÃO EM PEDAÇOS E DEIXAR JOGADO AQUI SÓ O RESTO VOCÊ SEMPRE FAZ ISSO VOCÊ É CARINHOSO , VOCÊ ILUDI E MEXE COM AS PESSOAS PARA DEPOIS FAZE-LAS DE LIXO.
- É isso que você acha que eu te faço de lixo ? - Ele perguntou e pela primeira vez sua voz falhou -
- NÃO SÓ EU COMO TODAS QUE VOCÊ SAI , VOCÊ NUNCA MUDOU, VOCÊ NUNCA VAI MUDAR SERÁ QUE EU SEMPRE VOU SER A INGENUA DAQUI JUSTIN ? COMO EU NUNCA PERCEBO QUE VOCÊ É O MESMO CANALHA , EU DEVO SER UMA ÓTARIA. - Falei irritada - NÃO ME LIGUE , NÃO ME PROCURE , SOME DA MINHA VIDA , SOME ! - Assim que virei as costas em direção ao meu carro Justin agarrou forte meu braço - NÃO ENCOSTA EM MIM 

 Ele pareceu não me dar ouvidos , me jogou por cima do ombro e entrou em casa , ambos estavamos ensopados pela chuva forte que lá fora caia , Justin não deu atenção a Sabine ou a estar molhando toda a casa apenas subiu e entrou em seu quarto , me jogou no chão e trancou a porta atrás de si.

- Me deixa ir embora , eu não quero você Justin , você não entende tudo que eu queria de você se tornou nojento , todo o desejo que eu tinha por você se tornou asqueroso - Conforme eu ia falando as costas de Justin que na porta estavam encostadas deslizaram por ali e ele se agachou , abraçando as pernas ali mesmo era como se as palavras o tivessem afetando profundamente - Me deixa ir embora - eu falei chorando e ele apenas me olhava , um olhar diferente um olhar doloroso , ele não falava nem se movia apenas abraçava as pernas encostado na porta e deixava as lágrimas cairem sem se mover - Fala comigo - Eu me ajoelhei um pouco , talvez bastante longe , eu estava magoada mas eu o amava e me preocupava.

  Justin estava me assustando já , ele não piscava , nem se movia , um dedo se quer , era como se ele tivesse entrado em estado de choque.

- SABINE , SABINE - Gritei desesperada , era como se justin estivesse morrendo ali diante dos meus olhos -
- Alex ?
- OQUE O JUSTIN TEM ? ME AJUDA POR FAVOR - Eu falava chorando como uma crianças que queria a ajuda da mãe -
-  Como ele está ? Fique calma - Falou mas sua voz estava nervosa -
- Ele ta parado , não se move , não fala , não pisca - Eu soltei um soluço alto -
- Ai meu deus - Sabine falou alto demais pelo jeito - Calma querida ele vai ficar bem 
- Não vai não , ele não ta bem , me ajuda - Eu agachei na frente de Justin com as mãos em seus joelhos - 
- Calma eu já volto 
- Justin ... - o chamei , querendo que isso adiantasse - Fala comigo amor por favor , eu sei que eu to chateada com você mas ... Eu não consigo viver sem você , você é minha metade que faltava em todo esses meus anos de vida , é a metade que eu achei e perdi mas eu reencontrei novamente e não quero perder porque seria como perder a mim mesma no meio do nada , seria como perder uma búsula no deserto , como minha vida teria sentido se quem sempre chega para anima-la é você ? Todos esses 5 anos eu andava por ai procurando você em todos mas eu sabia bem lá no fundo que uma hora nos reencontrariamos e que nada seria facil e não está sendo. Eu lembro do dia em que eu te conheci e lembro do primeiro beijo que você me deu como se tivesse sido hoje. -Foi então que ele piscou e as lágrimas acumuladas escorreram acho que isso tava dando certo - 
- Alex - Escutei a voz de sabine -
- Oi 
- De esses remédios para ele assim que ele voltar , não precisa se preocupar ele vai ficar bem.
- Obrigado - Ela passou 4 comprimidos em cima de uma folha por baixo da porta e eu os peguei.

   Justin ainda estava lá parado , mais agora já piscava e chorava como um bebe, parecia que ele havia tido um choque , um misto de emoções e isso o deixou paralisado litaralmente.
  Já se passavam quase 30 minutos que estavamos ali , Justin ainda estava lá parado e eu sentada na varanda de seu quarto vendo a chuva cair forte e o vento frio arrepiar meus braços sem casaco , escutei a porta abrir e vi Justin em pé , ainda mudo a boca traçava uma linha reta e ele me olhava curioso.

- Sabine mandou que tomasse os remédios - Sussurrei e ele assentiu - Me deixa ir embora agora ? - Ele negou com a cabeça e se sentou na outra cadeira , encarando os pés. - Fala comigo , você está me irritando - Ele deixou escapar um sorriso no canto dos lábios mas logo o fechou novamente -

   Eu estava irritada , a imagem dele e de Rosa não saiam da minha mente , era como se ele estivesse sujo e eu tivesse com medo , nojo de toca-lo , mas ao mesmo tempo eu quero agarra-lo e beija-lo e perguntar oque houve lá dentro , oque ele está sentindo e se ele está melhor.

- Me responde , eu to com raiva de você e você deve ta brincando com minha cara só pode Bieber. - Falei irritada -
- Desculpa Cure - Ele sussurou me encarando -
- Não dá Bieber ,ta doendo , não é opcional por mim eu estaria lhe beijando agora mas não dá á algo que me impede disso.
- Então você não me quer mais ?
- Quero , oh e como quero mas tem uma coisa que se chama magoa e é como se ela tivesse travado no meu peito e não quer sair , toda vez que eu olho para esse quarto eu lembro do que vi , ou quanto olho para você. Não quero perder voce Justin  mas eu não estou bem.
- Eu nao sei oque falar , eu não quero te perder nunca , eu já sofri tanto com sua perda uma vez e não quero que se repita , mas eu sou um babaca imbecil que não sabe fazer nada direito e te magoei de novo mas dessa vez eu não vou te perder Alex , não vou! -Seus olhos estavam um Mel tão acesso que poderia achar que ele estava de lente -
- Você não precisa me perder , apenas precisa deixar de ser idiota , imbecil , babaca. 
- Eu vou deixar de ser. - Seu maxilar ainda estava travado e sua boca em uma linha reta fina e vermelha -
- Oque houve la dentro Justin ?
- Não quero falar disso 
- Mas eu quero.
- Vamos dormir Cure - Ele se levou chegando perto de mim e me deu um beijo no topo da cabeça e alisou meus cabelos , sem querer eu emlacei sua cintura com os braços e encostei meu rosto em sua barriga definida , ele suspirou e assim que o soltei entrou e foi para o banheiro -

   Justin demorou la dentro e a unica coisa que eu escutava era o barulho do chuveiro , então e porta se abriu e ele apareceu completamente molhado e me chamou com a mão , parecia que iria falar algo.

- Fala - Falei quando cheguei mais perto e ele simplesmente agarrou meu braço e me puxou para dentro do banheiro - Eeeeei para - ele sorriu quando eu puxei meu braço de volta e pegou me jogou no ombro fechando a porta atrás dele -
- Oque foi ? A gatinha tem medo de agua - Ele soltou uma gargalha e me colocou em baixo do chuveiro quente -
- FILHO DA PUTA - Empurrei ele que bateu de costas na parede -
- ALEXANDRA - Justin veio para cima de mim com uma rapidez impressionante , prendeu meus braço na parede ao lado do meu corpo - Pare com essa porra , eu sei que você está chateada , eu sei que você não ta afim de me ver , mas eu sei também que me ama e que não consegue ficar sem mim eu escutei oque você disse lá fora eu já pedi perdão , eu ja me arrependi do que fiz , eu sei que fui um babaca idiota e cafajeste agora pare de birra - Sua voz era tão alta e grossa que a cada palavra meus olhos se arregalavam e eu tentava chegar mas para trás como se pudesse entrar na parede - Eu te amo o mesmo tanto que você me ama , eu não consigo ficar sem você , você é minha vida , você é tudo que eu tenho e tudo que eu mais quero nesse mundo , se um carro fosse te atropelar eu me jogaria na frente dele so para te salvar , será que é dificil de enxergar o quanto eu te amo e que aquilo foi uma porra de um deslise e que ela fez isso porque queria nos ver brigando , separados , PORRA EU TE AMO PRECISO GRITAR PRA VOCÊ SABE , vou precisar escrever em todas as paredes desse quarto o quanto eu te amo ? - Meus olhos marejaram e eu queria chorar mas não de tristesa , meu coraçao mesmo magoado , saltava no peito como uma criança saltava alto em um pula-pula.
 - Eu... eu ..
- Ah cala essa boca - Seus lábios tomaram o meu com rapidez e desejo -

  Talvez era tudo que eu precisa-se para baixar a guarda naquele momento , sua lingua envolvendo a minha com tanto desejo , sua mãos ainda ageis enquanto ele me beijava tiraram minha blusa e meu sutiã ensopados e jogou no chão fazendo o mesmo com minha calça me deixando nua ele desligou o chuveiro ainda me beijando o deslizou os lábios para meu pescoço , sua mãos envolveram meus cabelos deixando-os em um rabo de cavalo e ele os segurou.
    Saimos de dentro do banheiro ainda nos beijando , era um beijo calmo mais o desejo nos envolvia um desejo surpreendente , seus lábios contornavam os meus em um encaixe perfeito , sua lingua dançava de acordo com a minha e o fogo nos envolvia mesmo com o frio que estava dentro do quarto.

- Alex - Justin me chamou separando os lábios dos meus assim que me deitou na cama e pousou o corpo por cima do meu -
- Oi ?
- Você me desculpa - Sua voz saiu como de uma criança culpada e eu alisei seu rosto e seus cabelos molhados , um sorriso grande se abriu em meus lábios -
- Claro - Então ele me beijou novamente ele puxou a coberta e nos cobriu , deixando tudo mais quente e afastando o friozinho irritante de nós -
- Alex - Ele sussurrou meu nome beijando meu pescoço e então chegou perto do meu ouvido , mordiscando o lóbulo da orelha - Aceita namorar comigo ? - Eu o empurrei olhando dentro dos seus olhos , um sorriso sapeca pairava em seus lábios e seus olhos brilhavam - Aceita ser minha namorada e depois minha noiva e minha esposa e ficar velhinha junto comigo até quando eu brochar e tomar azulzinho ? - Ele soltou uma gargalhada de criança gostosa - Eu te amo Alexandra Cure , Namora comigo ? ...


                  Oi oi oi oi oque acharam do capitulo , sera que a Alex vai aceitar namorar com o Justin :3 :3  e eu ameei os comenters 

                                     16 COMENTÁRIOS 

12 de set de 2014

Slaps And Kisses. - 2° Temp. - 9° Capitulo


- ALEX VOCÊ ESQUE... EITA PORRA - Empurrei nanda com força e meus olhos arregalaram vendo aquele par de olhos nos olhando assustados -
- Er.. eu .. Justin .. - eu nao sabia oque falar nao tinha oque falar ele nao era a megan que eu poderia enrolar -
- Alex voce ... - ele entrou devagar no quarto como se estivesse receoso de chegar perto entao eu me aproximei dele -
- Nao foi por querer se você tiver chateado eu entendo so... - ele sorriu de lado e colou os lábios no meu ouvido -
- isso foi extremamente excitante - sussurrou sem que Nanda que estava parada observando a cena escutasse - mas eu tenho uma coisa que ela nao tem Alexandra - seus dedos entrelaçaram em meus cabelos da nuca e puxaram para trás em questao de segundos sem eu nem perceber e eu gemi -
  Escutei quando a porta bateu e deduzi que Nanda havia saído e vi Justin sorrindo em direção a porta e logo se virou para mim com um olhar assustadoramente sexy.
- Ela nao tem uma coisa que voce precisa pra se sentir completa alexandra - falou em alto e bom som -
- Oque eu preciso Bieber ? - o desafiei entrando no mesmo jogo que ele foi entao que ele saltou meu cabelo e tirou a camisa me fazendo admirar toda aquela perfeição -
- Voce precisa de algo que te preencha te arrombe com força e te faça delirar Cure! - ele segurou minhas mãos com força e amarrou a camisa ali me deixando imóvel-
- Justin oque você esta..
- Cala a boca - falou serio e eu me calei -
  Justin segurou meu pescoço jogando minha cabeça para o lado e beijando toda aquela extensão me deixando incrivelmente molhada e arrepiada , seu modorito  autoritário , sério e possessivo me deixavam gora de hórbita. Ele me jogou na parede de costas para ele e minha bunda impinou imediatamente e logo senti ele suspirar sarrando ali e me fazendo rebolar.
- Vadia - um tapa extremamente dolorido e gostoso foi depositado em minha bunda - voce nao vai precisar mais disto - com um puxão rasgou minha calcinha me fazendo soltar um gritinho -
Ele estava extremamente delirando com aquilo de roçar o pau em minha bunda enquanto eu rebolava podia sentir o quanto ele estava duro e querendo despejar toda aquela excitação.
- Ah como eu quero te fuder - gemeu emtre dentes -
- Me fode amor - implorei -
- Voce quer vadia ? - outro tapa estalado em minha bunda -
- Quero preciso -
 Em questões de minutos senti seu pau em minha entrada incrivelmente melada e pulsante.
- Acho que alguem gosta quando eu mando - soltou uma gargalhada gostosa - Te excita amor?
- Excita muito!
- Delicia - Então ele se enterrou ali soltando um grande gemido e eu gemi junto , ele me encostou na parede e segurou meus cabelos os puxando para trás , voltando em um movimento rápido e gostoso enquanto arranhava minha bunda e dava tapas - fica de quatro na cama pra mim gata


   Fiquei de quatro na cama e em questões de segundos Justin estava dentro de mim , forte , rapido e gostoso (GIF), meu corpo estava acesso , e um tesão me invadia com toda força , minhas pernas tremeram quando Justin estava me apertando com força e eu senti meu sexo pulsar e com um grito e um gemido eu gozei muito , escutando Justin urrar e ir mais rápido e com tanta força que achei que fosse me rasgar então eu comecei a rebolar e vi ele jogar a cabeça para trás gemendo e jorrando dentro de mim. Justin caiu de meu lado calado enquanto eu sentia meu coração quase atravessando meu peito.


- Desculpe pela Nanda ... ela que me agarrou - falei em um sussurro e ele suspirou -

- Eu sinto tesão em "lesbicas" alex , mas não quero ser corno com outra mulher 
- Você não vai ser , ela só precisa lembrar que não pode ficar me agarrando por ai - Falei -
- Mas eu adoraria ser corno se ela participasse de um sexo a 3 com agente - Ele soltou uma gargalhada gostosa -
- JUSTIN! - O repreendi - 
- Desculpe. - falou parando de gargalhar - Você gosta dela ?
- Não , só como tia , amiga essas coisas , é legal ficar com ela porque é uma coisa nova sabe mas não é aquela coisa igual eu sinto vontade de te beijar quando to perto de você.
-  Então acho que terá que dar um corte nela gatinha - Falou me puxando para deitar em seu corpo -
- É eu sei 

  Ficamos horas ali deitados conversando , quando Justin foi embora não tinha mais ninguem acordado , levei Justin até a porta e dei-lhe um beijo de despedida sorrindo feito boba quando ele saiu.


- Podia ter feito menos barulho né maninha - Me virei com um pulo e Andrey estava parado rindo no pé da escada -

- ANDREY! Que susto e pare de falar bobagens - Falei ficando vermelha -
- Vocês dois heim já tem esse casinho ai a tempos né ? - Falou se jogando no sofá e eu me sentei em seu lado -
- Porque acha ?
- Primeiro porque ninguém conhece uma pessoa e de primeira já fica com esses olhos incrivelmente apaixonados , por mais que os olhos brilhem leva um tempo para criar a intensidade, segundo porque vocês já tem uma intimidade de melhores amigos , namorados , só não vou dizer marido e mulher porque ainda ta cedo, e por ultimo , eu não sou bobo né maninha. - Ele gargalhou me vendo corar - Agora vai me conta a historia de vocês ?
- Como assim ...
- Eu sei que tem muito escondido por debaixo do pano mana.
- Ta , bom Justin é meu meio irmão assim como você - o queixo dele quase foi parar no chão- mas não , ele não é de sangue á verdade é que somos irmãos de criação , ele é filho da Pattie.
- Da.. da.. pattie ? Ta brincando ?
- Sim , ele é filho da Pattie ele tem 27 anos , mas moramos na mesma casa quando ele tinha 22 e eu 17 mas devido a muitos acontecidos ele se mudou para cá e perdemos contato.
- Nossa voces ainda vão acabar se casando , não é qualquer casal que desaparece e volta assim.
- Ér.. Agora já pra cama senhor Andrey , vá. - ele riu- 
- Boa noite maninha

  Quando ele sumiu escada a fora eu afundei no sofá , eu , Justin , Megan á Nanda e tudo tão rápido que eu estou me sentindo zonza com essa situação , Justin não sabia que Megan era filha dele mas amava ela como uma , eu não sabia que tipo de relação estava tendo com ele mesmo parecendo de namorados , Só queria que tudo se encaixasse.


- Olá - Nanda falou ao chegar no fim da escada -

- Oi - Suspirei saindo dos meus pensamentos -
- Seu namorado já foi embora ?
- Ainda não é totalmente namorado ...
- Mas pelos barulhos que escutei de dentro daquele quarto , vocês estão muito bem - ela sorriu sem graça e cabisbaixo -
- Esqueça oque escutou de lá - sorri sem graça -
- Não tem como - Ela se sentou ao meu lado no sofá e deixou os ombros cairem pesadamente -
- Porque ?
- Porque eu não consigo alex , por mais que eu tente eu nunca vou conseguir , eu gosto de você e oque aconteceu lá dentro me deixou chateada ...
- Me desculpe não queria te magoar mas pare de aumentar essa paixãozinha por mim , eu gosto do Justin Nanda.
- Então por que me beijou ?
- Porque ... eu não sei , eu não nego é diferente , é gostoso mas eu amo ele. - Ela se levantou parecia agoniada e que aquelas palavras tinham a ferido profundamente - Meu apego , meu carinho por você é de tia e sobrinha Nanda , me desculpa eu já tentei te exp...

  Senti seus lábios nos meus antes que eu pudesse terminar de falar , porra cara assim não dá , tentei empurra-la mas sua força era maior que a minha tentei nao corresponder ao beijo mas qual pessoa nao corresponderia a um beijo quando tem alguem tentando enfiar a língua na sua boca ? entao sedi sendo empurrada para o sofá e ela se deitou em cima de mim me deixou mas imovel do que eu ja estava sua língua se enroscava na minha macia e voraz apertando com suas mãos minha nuca e minha cintura.

- Nanda - uma voz chamou e Nanda levantou a cabeça desnorteada e nesse momento consegui empurra-la e correr -
 - NAO FAZ MAS ISSO OU EU VOU PEDIR QUE SE RETIRE DA MINHA CASA FERNANDA - Gritei irritada e minha mãe que estava na porta nos olhava confusa - 
- Minha filha voce gosta de homem ou de mulher afinal ? 
- Ah mae nao estressa não porra também eu gosto de homem nao é atoa que eu tenho a filha e nao foi a cegonha que trouxe - falei irritada e subi escada a fora correndo -

  Quando cheguei no quarto batendo a porta vi Megan sentada na beirada da cama agarrada com seu coelhinho de pelúcia favorito desde neném e no pé da cama deitado estava Bud e Polly acho que alguém tinha feito uma oração naqueles cachorros para cuidar de mim e de megan porque eles estao sempre atrás. 

- Filha ? Oque houve ? - Seus olhos arregalados me olhavam assustada - 
- Nao consigo dormir mamãe - ela estendeu os braços  e eu a peguei deitando-a em cima de mim e ela se aconchegou -
- porque ?
- Nao sei tava escutando uns barulhos altos do seu quarto tinha bixo la mamãe ? - eu enfoli seco meu deus-
- Nao filha eu tava brincando com o Justin ai tava fazendo barulho 
- Brincando ? de que ? - ela levantou a cabeça me olhando confusa - 
- De montanha russa agora vamo dormir 
- Posso brincar de mobtanha russa também ? 
- So quando voce tiver grande igual eu antes disso nao agora quieta.

  Meu coração pulava no peito toda palavra que ela falava , depois de quase 30 minutos ela dormiu peguei-a no colo e coloquei novamente em sua cama quando voltei dormi que nem pedra meu corpo precisava descansar minha cara estava péssima e eu tinha outra sessão de fotos pela noite.

- Bom diaaaa - Um estrondo foi feito pela porta abrindo fortemente e quando vi minha mae parada nela eu bufei -
- Ja começou péssimo Dona Dannielly agora me deixe dormir
- Hora de levantar iremos passear e eu marquei uma sessao de fotos para nós duas hoje a tatde.
- Como assim ? nao me avisaram nada 
- Que foi filha nao esta animada ? Eles estavam querendo uma sessão de mae e filha de verão biquíni praia sabee então nos chamaram e eu aceitei seu acessor achou ótimo.
- Ah porra era só oque me faltava - falei alto irritada -
- Sao onze da manhã levante iremos para um lugar muito bonito almoçar e passear em familia se quiser chamar seu namorado
- Ele não é meu namorado - falei bufando e me sentei - ele é meu irmão
- irmao que ge fez gemer muito ontem a noite agora levante rapido estamos todos lhr esperando 

  Ela saiu me deixando irritada sozinha levantei e fui me arrumar coloquei um vestido e uma sapatilha desci e vi Megan deitada no sofa ela estava de short jeans s uma blusa de oncinha acompanhada de uma jaqueta jeans e uma sapatilha preta de veludo sorii vendo ela correr em minha direção

- A vovó disse que vamos sair e que o tio Justin é seu namorado e que ele vai com agente ele é seu namorado ? 
- Ela disparou falando e me deixou com boca aberta.
- Justin nao é meu namorado filha e ele nao vai conosco nao de ouvidos a sua vó agora vamos
- Vamoooos - Mamãe desceu sorrindo animada com um sorriso e toda emperequetada Andrey saiu da cozinja e Nanda veio logo atrás -
- Vamos! - falei sem animação -

  Fomos no meu carro e minha mãe me guiando quando entramos em um parque bom era uma tal floresta estacionei o carro e caminhamos , era lindo e Megan sorria e corria encantada , olhando para frente um imenso lugar arvores altas e bem cuidadas , flores , plantas tudo incrivelmente lindo , haviam pessoas por todos os lados , crianças correndo , casais sentados em alguns bancos que haviam por ali.

   Caminhamos admirando a paisagem enquanto minha mãe e Nanda conversavam , Megan e Andrey olhavam tudo e eu estava totalmente afim de voltar para minha cama , por mais que Nanda estivesse tentando disfarçar o clima estava tenso entre nós.
  Nós andavamos reto subindo uma ladeira bem longa mas haviam outras varias entradas com pessoas tirando fotos e conversando , outros casais se pegando e crianças gargalhavam alto , mas nós seguimos minha mãe

- Aonde estamos indo vovó ? eu quero ver oque tem para lá - Megan falou saltitante -
- Estamos indo almoçar mocinha , logo depois vamos conhecer o lugar é grande.
- Ah mas não estou com fome - Falou fazendo bico -
- Mas a senhorita vai comer sim mocinha para poder correr por ai depois e não reclamar de fome.
- Ah ..

  Ela emburrou e eu a dei a mão até chegamos ao topo , ela sorriu e seus olhos brilharam quando olhamos para o tal restaurante..

 Eu achei que foi pelo locar ser encantador , mas Megan correu igual uma desesperada e eu fui atrás dela , para ver até aonde ela iria e oque havia á encantado tanto a ponto dela correr assim , mas assim que ela ultrapassou todos empurrando pessoas e cadeiras , eu olhei para longe enxergando Justin ali parado , com o cabelo para o lado lambido e um terno impecavelmente lindo , olhando para seus pés eu sorri ainda assustada por sua presença ali , terno e Supras pretos isso era tão a cara dele. 
  Quando voltei a olhar para seus braços ele estava com megan sobre eles sorrindo como um bobo.

- Mas como ... ele ... - Falei desnorteada quando minha mãe , Nanda e Andrey chegaram -
- Eu convidei - Minha mãe falou e saiu andando sendo seguida por todos menos por mim que ainda estava parada como uma idiota -

  Quando minhas pernas saíram do lugar Justin já vinha em minha direção enquanto minha mãe , Nanda , Megan e Andrey se sentavam a uma mesa que estava provavelmente reservada para nós.

- Oi - Seu sorriso encataddor e sua voz rouca mesmo antes de chegar perto ele me causou um arrepio profundo -
- O-o-oi - gaguejei quando ele se prostou a minha frente , olhei-o de cima abaixo e tive um pequeno devaneio do que aconteceu na noite passada e mordi o lábio -
- Não faça isso - Falou com uma pontada de graça em sua voz -
- Oque ?
- Morder os lábios
- Porque ?
- Porque me deixa louco - Mordi novamente sem querer e ele colocou a mão em minha cintura em um gesto simples me deixando bamba -
- Eu disse para não fazer Alexandra - sussurrou em meu ouvido firme , um geste que para mim era incrivelmente sensual para quem passasse acharia um gesto normal de casal -
- Todos nos esperam - Falei quase sem voz , o poder que aquele homem tinha sobre mim era tão sobrenatural -

  Justin me deu um selinho rápido e disfarçado e então fomos de volta para a mesa , eu estava em choque , nunca aquilo tinha acontecido comigo em relação a Justin ou qualquer homem , mas agora Justin estava tão sexy e controlador e aquilo mexia comigo de uma maneira profunda e atraente.

- Eu preciso usar o banheiro mas já volto - falei assim que Justin se sentou e sai correndo para dentro do estabelecimento já que a mesa ficava ao ar livre -

  Assim que me informei sobre o local aonde era o banheiro emburaquei la dentro e me sentei na tampa do vaso , ligando imediatamente para Hannah e orando para ela atender rápido.

~Ligação On~

- Alex ? - Falou assim que atendeu -
- To pirando - Falei andando de um lado pro outro dentro do quadrado que se dizia um banheiro -
- Oque foi mulher ?
- Justin ta me deixando louca , ele ta mexendo comigo profundamente nos dois sentidos , ele ta me dominando de uma maneira que ele nunca conseguiu antes e eu to pirando.
- Então deixe levar , de tudo que ele esta te dando , todas as emoções que ele está te proporcionando , proporcione para ele também.
- Como se quando eu estou perto dele minhas pernas tremem , meu coração acelera e eu gaguejo como uma louca -
- Deixe de ser frouxa , nunca te vi assim , você sempre conseguiu colocar Justin no chinelo até quando tinha 17 anos e agora oque houve Alexandra cure , mostre que é mulher e segure seu homem com todas as garras.
- Como eu faço isso ?
- Primeiro você..

  Antes que ela terminasse de falar duas batidas na porta me despertaram e eu pedi para que ela esperasse um pouco.

- Tem gente - Gritei -
- Eu sei , abra a porta Alexandra - A voz de justin me fez amolecer novamente e eu abri a porta vendo-o olhar para trás e vendo que não tinha ninguém entrou no local trancando a porta -
- Não se pode mais usar o banheiro em paz ?
- Você estava demorando muito - sorriu - vim te ver.
- Estou bem só estou dando um telefonema , já pode se retirar ?
- Não , desligue o celular - Falou pegando minha cintura com as duas mãos e empurrando para a parede vendo meus olhos arregalarem ele sorriu -
- N-ã-ão 
- Melhor você desligar , creio que a pessoa que está do outro lado não vai querer escutar oque vai acontecer aqui -Ele sorriu safado e eu levei o celular ao ouvido sentindo os lábios de Justin em meu pescoço me trazendo arrepios -

~Ligação On ~

- Ami-amiga vou ter que desligar depois me liga e nos falamos
- Pera , tem certeza que essa voz grossa , mandona e sexy é mesmo o Justin que eu conheci ?
- Sim , agora Tchau
- Tchau safada - escutei sua gargalhada -

~Ligação Off ~

 Antes que eu pudesse pensar em algo Justin tirou o celular de minha mão e me beijou me pegando pela cintura sua lingua envolvendo a minha com uma sensualidade e desejo que me deixaram zonza e fora de órbita.

- PARA! - O empurrei com força vendo o volume em sua calça -
- Porque ? ta ruim ?
- Não , mas não vou te dar aqui , minha familia está la fora Bieber 
- Okay , então espera só um pouco - falou respirando fundo e fechou os olhos provavelmente fazendo força para deixar seu amigo calmo - Vamos ? 
- Sim , ta muito ruim ai ? - Falei destrancando a porta e olhei para fora não vendo ninguém Justin saiu rápido -
- Um pouco , culpa sua - ele gargalhou parado ali -
- Vamos - sorri andando e ele puxou meu braço -
- Linda - falou e me abraçou apertando-me contra seu peito e eu o abracei também -

  Quando ele me soltou e entrelaçou os dedos nos meus nós andamos até a mesa vendo todos conversarem e rirem sobre algo , sentamos e eu respirei fundo acalmando meu coração e sorri quando Megan levantou e veio se sentar no meu colo.

- Onde vocês estavam ? - Minha mãe perguntou -
- Ligando para Hannah
- No banheiro - Falamos juntos -
- Mas não era a alex que ia no banheiro ? - Nanda falou arqueando uma sobrancelha -
- Sim mas aii Justin foi e eu fui ligar pra Hannah -Falei rapido - Então oque pediram ?

  Almoçamos tranquilamente , tirando que Nanda tentava ao maximo nao se dirigir a palavra ao Justin e ele não esta se importando com isso , mas as vezes eu a pegava olhando-o com o cenho franzido como se tivesse algo de errado mas rimos , zuamos e conversamos coisas bobas até todos terminarmos de almoçar.

- Então será que eu poderia roubar a Alex um pouco de vocês ? - Justin falou educado com um sorriso de canto a canto -
- Claro , mas nos devolva ela inteira
- Vou tentar - Ele gargalhou e minha mãe também -

   Antes que eu pudesse falar algo Justin me puxou para longe dali , caminhando entre as plantas , entre as pessoas e ele parecia relaxado , uma mao estava com os dedos entrelaçados nos meus e a outra estava dentro do bolso da calça. 

- Relaxante aqui nao é ? - Ele falou respirando fundo -
- Realmente é , não tem aquela coisa toda de barulhos de carros ou qualquer coisa do tipo.
- Aqui já é relaxante com você fica mais ainda - eu corei encarando o chão a nossa frente enquanto sorria - Quer ir para minha casa hoje a noite ?
- Hum... Fazer .. ?
- Sexo - Falou e soltou uma gargalhada gostosa e eu ri junto -
- Idiota
- Ta to brincando , mas ah , agente pode se entupir de besteiras como dois adolescentes e ficar conversando idiotices , oque acha ?
- Eu acho que adorei a ideia - Sorri e assim que estávamos longe aonde tinham poucas pessoas nos sentamos em um banco vazio -
- E também fazer - Ele chegou os lábios perto de minha orelha - Amor gostoso  - Ele mordiscou minha orelha e eu me arrepiei completamente -
- Pare com isso , estamos na rua - O repreendi rindo -
- Não tem como delicia - Falou rindo -

   Ficamos sentamos conversando , até algo branquelo e pequeno pular no meu colo , sorri vendo Megan olhei em volta e havia apenas ela.

- Oi - Ela sorriu sapeca -
- Onde está todo mundo ?
- Eles voltaram dali , tia Nanda disse que não queriam atrapalhar um tal de romance , quem é esse mamãe ? - Escutei Justin gargalhar e ela prestou atenção nele -
- Não é ninguém amor , depois a mamãe te explica certo ?
- Certo , vou lá nelas ta ? Tchau tio - ela deu um beijo de surpresa na bochecha do Justin e saiu correndo -
- Ela é tão ... incrivel - ele sorriu bobo -
- É , foi o melhor presente que eu ja tive na vida - falei olhando-a antes que ela virasse a curva que havia e sumisse de nossas vistas -
- Você ama muito ela né - Eu assenti sorrindo como uma mãe boba -
- Meu sonho sempre foi ter uma filha linda , inteligente , bagunceira e com o mesmo nome que o dela. - Ele falou sorrindo e brincando com meus dedos e naquele momento eu suspirei -
- Uma vez você me disse que seu sonho era ter uma filha com esse nome - Sorri encarando meus próprios dedos assim que ele levantou os olhos para mim -
- Ela é a filha que eu sempre pedi Alex , e é a sua cara - Sorriu encatador -
- Eu acho ela a cara do pai -Sussurrei-
- Você nunca me falou sobre ele 
- Ele é um homem comum , lindo , encantador - Tirei minhas mãos das dele e alisei aquelas bochechas rosadas -
- Qual nome dele ?
- Essa parte nós pulamos Bieber. - Ele suspirou -
- Foi algum caso que você teve e por deslize ela nasceu ?
- Hm... quase , foi uma coisa ruim que teve uma consequencia parcial Justin - Suspirei -
- Ah , porque ela não conhece o cara ?
- Nunca tive coragem de contar , nunca soube como contar , nunca soube qual seria a reação dos dois. - Encarei meus pés , e por um momento Justin pensou , será que em algum momento ele pensou em ser pai de Megan ? essa era a pergunta que eu mais queria saber -
- Bom , quer dar mais uma volta ? - Falou desviando o assunto e eu me levantei -

Assim que demos a volta encontramos todos no lago enorme e bem bonito , caminhamos em volta dele tranquilamente.

  Sentamos todos no gramado aonde haviam outras pessoas e eu apenas apreciei a paisagem enquanto todos conversavam até Justin com Andrey.

- Alex - Nanda me chamou , ela me olhava estranho -
- Eu ?
- Posso falar com você um segundo rapido ali 
- Claro , gente ja volto - falei e me levantei me afastando , fomos para trás de uma árvore longe da vista de todos -
- Oque foi nanda ?
- Tem algo de errado nesse Justin ? - Ela falou firme de que tinha e eu arregalei os olhos -
- Não tem nada com o Justin Fernanda - Ela me incurralou na arvore e eu me esquivei o maximo possivel -
- Alexandra me diga a verdade 
- Sobre oque ?
- Justin é pai da Megan ? - Ela perguntou séria -
- Oque você disse agora Fernanda ? - Uma voz ecoou atrás de Nanda e ela se afastou bruscamente parando ao meu lado - Vamos digam ?...



Oi Genteee linda , sorry pela demoraaa maaaais hoje ou amanhaa eu posto outro capitulo para recompensar bbzas :3 Tava com saudades de vocês semana de prova é um cu -.- e o capitulo ta uma bostinha maas foi oque eu consegui escrever aknfkandkna 

  17 COMENTÁRIOS