28 de out de 2014

Slaps And Kisses. - 2° Temp. - 12° Capítulo


-QUE HISTOTIA E ESSA ? - Gritei passando a mão pelos cabelos , era inacreditavel-
- Não é nada disso , ela não está...
- VOCÊ ESCUTOU OQUE ELA DISSE , O FILHO É SEU...-A essa altura quem chorava era eu -
- O filho não é meu - Ele falou frio a voz seca -
- É sim Justin - Rosa falou -
- CALA A BOCA.
- Não calo não , eu to grávida de um filho seu Justin.
- Some daqui Rosangela - ele falou serio e frio -
- voce esta rejeita...
- FODA-SE PORRA SOME NAO PISE MAIS NA MINHA CASA EU VOU PROVAR QUE ESSE FILHO NAO É MEU ENQUANTO ISSO NÃO DIRIJA A PALAVRA A MIM.
  
Quando ela saiu eu cai sentada no sofá abraçando as pernas e escondendo meu rosto , Justin simplesmente não falou nada e subiu as escadas correndo , me deitei ali mesma encolhida e chorando pequei no sono .

  Justin Narrando -

  Meu coração bateu a mil por hora quando a hipotese de Alexandra me largar passou pela minha cabeça, liguei para um dos melhores médicos da cidade , liguei até para meu advogado para caso ela quisesse algo, quando terminei todos os telefonemas eram 4:00 da manhã , meu corpo estava pesado minha cabeça latejava mais de uma coisa que tinha mais certeza do que nunca , Aquele filho não era meu e ela não ia estragar minha vida com Alexandra.

- Deus não deixa nada nos atrapalhar agora - Falei olhando para o teto e suspirei -
  Sai do quarto e fui até o de Megan , a pequena dormia como um anjo sorri vendo as bochechas rosadas , a boca pequena e vermelha eu amava ela , um amor tão pura e profundo que eu queria que ela fosse minha filha , queria cuidar dela e protege-la de todos os urubus que quisesse fazer oque eu já havia feito com tantas por ai , eu queria guarda-la em minha mochila e deixa lá apenas para mim e para Alexandra. Desci as escadas e no sofá ao longe eu vi Alex deitada encolhida , o vento frio de dentro da sala estava congelando-a então tirei meu casaco e joguei em cima dela.

- Você não em noção do quanto eu te amo - Falei sozinho - Eu vou provar que aquela criança não é minha , a unica pessoa com quem eu quero ter um filho é você -Sussurrei  e lhe beijei a bochecha -

Peguei-a no colo e a vi se remexer como uma criança então levei-a até o quarto , a esquentei nas cobertas e fiquei apenas de box deitando em seu lado , ela ainda inconciente aconchegou o corpo frio ao meu e dormiu.

- Justin - Acordei com cutucões e abri os olhos assustado -
- Alex ? Tudo bem ? - Ela negou com a cabeça , palida como uma folha de papel as pernas fraquejaram e ela quase caiu se apoiando no criado mudo - Alexandra - Levantei e peguei-a deitando-a na cama -
- Acho que a comida de ontem não me fez bem Justin - A voz fraca como de quem acabará de perder toda a força -
- Quer que eu chame um médico ? Te leve ao  medico ? Me diz oque fazer - Falei desesperado -
- So deita e fica aqui comigo - Ela virou para o lado e fechou os olhos , me deitei e a abracei por trás em minutos ela estava dormindo -
  
Eu não dormi mais um minuto ou segundo se quer , cada musculo que ela mexia eu abria os olhos quando depois de 3 horas finalmente ela abriu os olhos meu coração voltou a bater normal , ela ainda estava palida como eu nunca havia visto , o rosado dos seus lábios haviam sumido e seus olhos estavam quase fechados.

- Acho melhor chamar um médico - Falei alisando seus cabelos -
- Não tenho nada Bieber , estou bem , só cuida da Megan, de banho tenho roupa na minha bolsa e de algo pra ela comer , depois ela fica assistindo tv na sala ou mexendo no tablet dela que está na bolsa.
- Claro , qualquer coisa me chama eu ja volto - Beijei sua testa mas ela pareceu rejeitar o beijo -


  Ajudei megan no banho e depois a arrumei , eu definitivamente era pessima com essas coisas mais eu tentei e a cada coisa errada ela ria feito boba me fazendo rir junto

- Oque a mamãe tem ?
- Ela ta dodoi , mas ela mandou a senhorita ficar queitinha fazendo oque quiser
- Hm... ta bom


  Sabine fez a mamadeira dela e ela correu para o sofá , se enrolando na coberta que ela arrastou pelas escadas e se jogou no sofá, sorri vendo como ela era linda e fofa e voltei para o quarto.

- Está melhor amor ? - Perguntei quando cheguei ao quarto -
- Umhum
- Vamos tomar banho ?
- Justin eu não quero tomar banho com você - Senti uma facada no peito mais mantive a pose -
- Alexandra na banheira conversamos sobre isto
  Já dentro da banheira alex pareceu relaxar , fechou os olhos encostando do outro lado .
- Precisamos conversar
- Oque quer ?
- Não vou te perder por aquilo
- Aquilo é seu filho
- Você por acaso acredita que Rosangela está mesma gravida de mim , Alexandra deixe de ser burra ,porque exatamente no momento em que estamos bem ela vem com isso , transei com ela 2 anos antes de você aparecer e logo agora ela arruma isso ? Não vou te deixar por isso , vou te provar que aquilo não tem haver comigo.
- Enquanto isso oque eu faço ? Fico vendo a barriga dela crescer calada , fico vendo ela espalhar por ai que está esperando um filho seu enquanto a otária aqui que dorme na mesma cama que voce não está ?
- Está com ciumes Alexandra ? Você quer ter um filho meu ? - Levantei o corpo indo para cima dela -
-  Não estou com ciumes , no momento tudo oque eu quero de você é distancia Bieber , me desculpa mais eu não vou pagar de otaria.
- Isso tudo é ciumes , medo dela esfregar na sua cara que está gravida de mim e você não Alex ? me diga a verdade
- EU ODIEI A IDEIA DE TER OUTRA PESSOA GRAVIDA DE VOCÊ , ERA PRA SER NOSSA FAMILIA SABE E AI VEM UMA PORRA DE UMA INTROMETIDA E ACABA COM TUDO. - Ela gritou irritada e eu sorri -
- Vamos sair Alex - Levantei me sequei e enquanto ela se secava fui até o quarto e coloquei uma cueca roxa  baguncei o cabelo com a mão -
- VOCÊ É UM BABACA - Ela gritou -
- Porque ?
- VOCÊ ESCUTOU OQUE EU ACABEI DE DIZER ? ESCUTOU ? - Puxei ela pelo braço e a joguei na cama -
- Então tenha um filho comigo , crie uma familia comigo... - Seus olhos arregalaram -
- N-ã-ão ...
- Não era isso que você estava com ciumes ? Não era disso que você estava falando ?
- Não é assim , Megan está nova eu trabalho muito e...
- Entao que porra voce esta reclamando - Levantei irritado eu queria um filho com aquela mulher e ela nao se decidia -
 
  Sai do quarto e fui para o jardim atras da casa me joguei deitado no gramado apenas de short o gramado estava molhado e o vento estava frio , o céu nublado mas eu nao ligava , vi quando Alexandra deitou ao meu lado e eu continuei imovel

- Justin - ela me chamou e eu senti os pingos  de chuva cairem em meu rosto - E se eu te contar uma coisa agora ?
- Oque ?
- E se ja tivermos uma filha ? - meu coração parou , havia fracas batidas em meu peito -
- Como assim ? - Me sentei tao rapidamente que ela se assustou -
- Deixa isso para la .. Justin eu vim aqui para te explicar , eu quero ter uma familia com voce , quero ter filhos , uma casa , voce e as crianças para cuidar mas com ela ... nao dá!
- Voce ta me dizendo que ...
- Eu sinceramente nao sei - ela deixou um sorriso triste no canto dos labios e alisou meu rosto fechei meus olhos sentindo a caricia leve de seus dedos -
  Quando abri os olhos ela estava com os labios a frente dos meus quase colados eu simplesmente deixei acontecer beijei-a com  calma enquanto ela acariciava minha nuca encharcada pela chuva forte que caia mas ela e muito menos eu parecíamos dar importância para aquilo ela me puxou deitando-me em cima dela pelo gramado molhado , eramos encobertos pela chuva. Suas mãos deslizaram meu abdome e subiram sobre minhas costelas para minhas costas e a arranhou abrindo as pernas e me envolvendo a cintura entre elas.
- Alex ... -Sussurrei sentindo minha ereção roçar sua intimidade por cima da roupa -
- Eu quero você Justin , eu não sei o motivo , o porque , se é certo ou se não é mas eu quero -Então a beijei novamente , eu não conseguia negar aquilo a ela , eu não conseguia negar nada a ela -


  Então a beijei como se tudo tivesse parado e só houvesse nos dois naquele quintal , tirei sua blusa liberando os seios fartos e completamente deliciosos a deixando apenas de calcinha , tudo que ela usava era uma blusa minha e uma calcinha , desci os lábios até seus seios e os deliciei , passando a língua e os sugando como um bebe faminto e quando os gemidinhos leves entraram em meus ouvidos eu me empenhei mais ainda , sorri abaixei sua calcinha e logo depois e joga-la na grama eu voltei ao seus lábios novamente saboreando sua lingua na minha e o gosto de morango gostoso.

- Aw você me deixa doido - Sussurrei entre o beijo -
- Ah eu preciso de você -Soltou outro gemido e então eu abaixei o short  jogando-o para fora-


  Então ali , em baixo de chuva , em cima de um gramado , com todos os vizinhos podendo ver eu penetrei fundo a fenda molhada , encharcada de tesão e gemi junto com ela quando sua buceta engoliu meu pau no apertadinho dela. Escutando os gemidos dela conforme o vai e vem que meu pau fazia dentro eu enlouquecia por mais que sexo fosse ótimo eu havia descoberto que sexo com a pessoa que você ama é melhor ainda uma delicia uma mágica.

- Justin vai mais rápido - ela sussurrou em meu ouvido me deixando louco e então eu gemi e estoquei fundo -
- Você é uma delícia - Sussurrei e estoquei mais forte ainda -


  Quando mais rapido eu ia mais ela liberava gemidos e arfadas incontroláveis e eu sorria gemendo junto eu havia esquecido do mundo a minha volta meu foco era dela , eu era dela.

- Justin eu vou... - ela abocanhou meu pescoço mordendo de chupando aquela região enquanto rebolava -

   Sentindo meu orgasmo quase perto eu fui mais forte , rapido e então senti suas paredes  contrairem ai mesmo tempo que eu e cai deitado em cima de seu corpo molhado.

- Alguem pode ter visto - sussurrou ofegante e eu sorri -
- Eu nao me importo , viram um dos momentos mais maravilhos da minha vida
- Hm... - Ela me empurrou de leve e eu sai de dentro me jogando ao lado dela -
- Você quer muito um filho ? - Ela perguntou dessa vez com um sorriso animado nos labios -
- Sim , com voce eu quero tudo Alexandra - Alisei aquelas bochechas rosadas e sorri-
- Ah ta ...
- Alex ... - Me sentei de frente para ela e lhe dei um selinho - Me explique por favor a história de ja termos um filho
- Esquece isso Justin - Seu humor mudou na hora - Precisamos entrar
- Não...
- Vamos Bieber -Falou catando as roupas do chão e foi em direção a porta de trás -
- Alexandra - A puxei irritado pelo braço -
- Oque tanto voce nao quer me contar ?
- Nao esta na hora ainda Bieber , desculpe -

 - Eu... - Ela tampou minha boca com um beijo e quando me soltou vi duas toalhas na cadeira da area perto da porta sorri e nos secamos -

  Entramos enrolados na toalha e vi Megan dormindo no sofá sorri vendo que ela dormia com a boca meio aberta como um anjo e fui até lá cobrindo-a com a coberta que estava em cima do outro sofá e subi correndo atras de Alex

- Justin - Ela falou assim que entrei no quarto - Eu nao tenho mais roupa so calcinha e sutiã
- Coloca uma blusa minha ate sua roupa secar - Sorri enquanto ela catava uma roupa no closet quando voltou estava tão agarravel com uma blusa grande e os cabelos jogados-
- Vamos pra sala assistir algo ?
- Eu prefiro ficar deitada aqui ... se importa ? - Ela falava encarando mais o chão do que eu -
- Quando voltaremos ao normal Princesa ?
- Não sei amor ... não sei. - Dei-lhe um beijo na testa e sai do quarto -


  Fui direto para meu escritório e lá fiquei li algumas papeladas , respondi emails até meu celular tocar e minha mãe aparecer na foto na tela

~Ligação On~

- Como você está meu filho ? -Ela perguntou de primeira -
- Estou bem e a senhora ?
- Não minta para mim Justin Drew acabei de falar com Alexandra. - Suspirei -
- Mãe tudo vai ficar bem , eu prometo.
- Filho oque foi isso , porque dessa idiotice toda , como foi deixar outra engravidar de você
- Ela nao está gravida de um filho meu mamãe , eu vou provar isso.
- Eu espero filho , corre atrás da sua felicidade , do seu amor , não deixe ele ir embora novamente.
- Como assim ...
- Tenho que desligar , eu te amo.


~Ligação Off~

  Assim que ela desligou eu joguei o celular por ali com raiva , odiava quando minha mãe não completava as coisas e ali mesmo passei o resto do dia , na hora do almoço Megan me trouxe comida e sentou na minha perna pronta a comer o meu almoço comigo.

- Eu vou almoçar com voxê - Ela sorriu entrando no escritório -
- E sua mamãe ?
- Ela está com a tia Sa , e eu vou ficar com voxê.
- Então venha mocinha - Sorri feliz naquele momento -
- Não conta pra ninguém não que eu comi cum voxê porque eu ja sou mocinha e vai ficar feio -Ela falava sorrindo -
- Então porque decidiu comer comigo ? - Falei dando uma garfada na comida -
- Porque uma vez o Kaio disse que era legal sentar no colo do pai e comer a comida dele - Ela falou desfazendo o sorriso e deixando os ombros cairem - e voce cuida de mim como um pai - Meu coração bateu fraco aquele momento -
- Então.. hm... venha vamos comer


  Almocei evitando muitas palavras , ela comia animada , mexendo na papelada em cima da mesa e toda vez que me olhava soltava um sorriso bobo , Seria um sonho muito impossivel se eu desejasse com todas as forças que ela fosse minha filha ?

- Justin ... - Alexandra emburacou sala a dentro e assim que nos viu rindo e comendo ela ficou parada observando -
- Oi Alex
- Tem como nos levar em casa
- Você ta doida ? Vocês não vao embora daqui não Alexandra
- Justin não discutiremos sobre isso , preciso ir , amanha cedo Megan e Andrey começam as aulas , preciso ver como está ele e a casa.
- Espere até mais tarde -ela estava incomodada com a minha presença , eu sentia isso -
- Não Justin se não poder eu pego um taxi , vamos Megan
- Mas eu queru ficar com el...
- Megan! -Alex falou irritada e megan me deu um beijo na bochecha e saiu -


Mas que raiva , um ódio tomou conta de mim , eu estava amargurado , estressado , então ali passei o resto do dia , e da noite e nem um beijo ela veio dar de despedida, quando meu celular apitou foi o fim , foi a dor de perde-la novamente mil vezes pior.

" Me desculpe ter ido embora sem me despedir , mas é que eu odeio despedidas e essa querendo ou não seria uma ,  não queria que isso fosse assim , não queria ficar longe de você mas é preciso , ta tudo tão bagunçado , nem você ta entendendo como tudo foi tão rápido me Desculpe, até breve."

  Assim que li aquilo joguei o celular longe gritando e me sentei no sofá agarrando as pernas e pela milésima vez chorei por aquela mulher , quem diz que homem não chora por mulher , se enganou , homem sente , homem chora , homem é um ser humano com sentimentos como as mulheres.

~2 Semana Depois ~

  Andrey e Megan iam para a escola todos os dias , eu evitei ver Megan e mesmo a observando de longe eu não achava aquela pirralha contente e risonha como sempre vira , ela estava amuada , na dela e Andrey , ele veio 3 vezes conversar comigo e eu não estava no colégio mas o problema foi quando uma semana e meia depois todos sumiram , Lucy que levava megan quase todo dia Sumiu , Megan não vinha com Andrey ou com mais ninguém e Andrey , ele desaparecerá também , nem o carro que trazia-os todo dia eu via mais , oque me deixava desesperado.
   O resto da semana na escola foi tedioso , chato e triste , eu queria ver Andrey desenrolando com a irmã de Rosa e ver um menininho chegar todo dia para conversar com Megan e da-lhe uma flor que ele arrancava no jardim do colégio, mas não tinha isso e eu estava com saudades , eles eram o mais proximo de Alexandra que eu conseguirá estar todos esses dias..


- Oque houve meu filho ? - Sabine falou quando eu cheguei em casa e me deitei no sofá  -
- Eles sumiram Sabine , o mais próximo que eu estava de Alexandra era por eles e eles simplesmente .. foram também eu to com saudades de Megan , e eu to com saudades de conversar coisas de homem com Andrey e principalmente de Alexandra;
- Esse seu amor por Megan em meu filho...
- Ela é tão incrivel sabe , e ela tem o genio forte de Alexandra , mas a voz doce e meiga também.
- E a cara dela Justin é parecia com alguém que conhece ? - Eu me sentei franzindo o cenho -
- Os cabelos são longos como os de Alexandra , a cor escura também.
- E o formato do rosto , os olhos , a boca , o nariz , o jeito , as manias... De quem aquilo é ? -Minha mente rolou um flash back de Megan e aquelas manias , o gosto pelas comidas , ela era canhota ... eram como eu -
- Oque quer dizer Sabine ? - Meu maxilar travado as mãos suadas -
- Pense no que falei querido , lembre de coisas que você e Alexandra já conversaram sobre a Megan. - Sabine me deu um beijo na cabeça e subiu para seu quarto -


  Quando ela saiu uma pulga se criou atrás de minha orelha, então ali mesmo fiquei o resto da noite quando fui dormir ainda rolei horas na cama pensando em tudo , tudo que minha vida tinha se tornado novamente com ela, minha cabeça estava uma confusão , minha noite estava sendo uma das piores do ano , quando o relógio marcou 4:00 horas da manhã eu levantei sem trocar pijama , sem nada , apenas coloquei meus pés no tenis e peguei as chaves do carro.

- Aonde vai ? - A voz de sabine ecoou atras de mim assim Que cheguei na sala-
- Vou atras do que é meu - um sorriao grande abriu em seus lábios -
- Boa sorte meu filho


Entao eu apenas corri a 100 por hora nao ligando para multas ou guardas apenas queria minha familia , minhas meninas , minha felicidade mas ao mesmo tempo meu maior medo era de nao ter isso de volta. Quando eu cheguei em frente a casa de Alexandra tudo estava apagado nem um sinal de vida à aquela altura ja estava chovendo e eu molhado como um cachorrinho jogado , esmurrei a porta da casa socos , tapas , ate chutes nela eu dei e quando a porta se abriu vi Lucy abrir a porta eu emburaquei casa a dentro indo direto para o quarto escuro de Alexandra meu coração acelerado quase se dava para ouvir o batimento , empurrei  a porta com força e acendi a luz mas meu  corpo inteiro enrigesseu quando nao a vi ali.

- Me desculpe senhor Bieber - Lucy apareceu atras de mim - Mas dona alexandra nao esta ...
Virei as costas para lucy  e corri para o quarto de Megan , nao era possível nao , nao era.
- CADE ELAS LUCY ? - Gritei vendo que as roupas do closet de megan havia sumido -
- Elas viajaram senhor - Meu corpo involuntariamente caiu sobre a cama e eu peguei o ursinho de megan que ali estava jogado na mao -
- Para onde ?
- Me desculpe mas ...
- Pelo amor de deus - eu supliquei - pelo amor que voce tem a elas me diz aonde eles estão preciso acertar isso, nao posso ficar sem ela de novo Lucy - meus olhos estavam cheios de lagrimas minha voz falhava -

- Me desculpe senhor mas nao posso contar...

                         
                
       Posteeeeeeeeeeeeeeeei pelo computador do meu irmao correndo enquanto ele dormiaa , eeeu vivendo perigosamente msgklnskgsngjsns bom desculpem mesmo a demora gatas :3

                                                     18 COMENTÁRIOS 

ATENÇÃO

Oiii amorees sumi ne ? Mil desculpaa estou com dois ou mais capítulos escritos porém estou sem notebook , meu tio formatou e ele ficou ruim novamente estou esperando minha mae chamar um técnico maaaas vou tentar postar pelo celular apesar que e uma merda eu nao me dou bem com o app maaaas em breveeee vou postar DESCULPEEEEM 