27 de mai de 2014

Slaps And Kisses. - 9° Capitulo


- Senhorita Cure ? - A voz grave e de homem fez correr uma sensação de desconforto pela minha espinha , não era possivel mais até aqui ele vem me perturbar ...
- Com licença - Fui para meu lugar e ele voltou a fazer algumas anotações no quadro -
- Bom , como um professor normal eu chegaria aqui e ficaria falando umas baboseiras para vocês como devem se comportar na minha aula e como devem prestar atenção e não usar celular , mais para que ? Afinal regras foram feitas para serem quebradas - Ele se sentou na mesa de frente para nós e todos riram - Porém se estou dando aula prestem atenção , enquanto não estiver falando podem falar a vontade , nao espalhem isso por ai se não a diretora me demite. - Todos gargalharam - Enfim , Meu nome é Justin Bieber , podem me chamar de Sr. Bieber como de costume já que essa escola cheia de regras preferi assim. Como já sabem sou professor de Quimica e Biologia teremos 6 tempos de aula na semana e como serei professor de Duas materias 3 tempos serão de Quimica e outros 3 de Biologia e enfim espero que me suportem o ano todo.
- Essa é a parte dificil - Falei para mim mesma mais talvez um pouco alto demais -
- Eu escutei isso Srta. Cure - Todos riram baixo então anotamos oque estudariamos em cada bimestre até o fim do ano - Como um professor chato que é o meu dever , hoje teremos uma revisão assim , não estou afim de fazer voces copiarem então tenho 3 folhas.
- Folhas de que ? - Rayssa perguntou , a mais metida da turma , patricinha loira dos olhos cor de mel era a mais bonita mais também a mais burra -
- Trabalhos , exercicios como todos os professores já devem ter dito esse ano é a revisão do primeiro e do segundo ano quer dizer , mais ou menos algumas coisas , mas para refrescar a memoria uma vocês faram agora , duas vocês faram em casa as três valeram notas cada uma meio ponto quem acertar tudo ficará com 1,5 já no inicio do bimestre olha que legal. - Ele falava sempre sorrindo e fazendo todos da turma sorrir -
- E quem não lembrar ? - A imbecilzinha perguntou novamente -
- Não é possivel que na casa de vocês não tenham os livros do 2° ano ainda gente , conheço alunos desta sala que tem livros guardados. - Ele olhou disfarçadamente para mim e depois começou a distribuir as folhas - As perguntas são facilimas talvez alguns até saibam de cabeça.

  A aula cominhou mais lenta que uma tartaruga quando o sinal bateu todos saimos e demos de cara com os corredores lotados de alunos , robozinhos como costumava chamar Hannah quando conseguimos chegar ao primeiro andar já estava mais vazio , fui beber agua e logo caminhei em direção a Hannah.

- Vamos ? - Chamei Hannah que conversava com Mike , um aluno do segundo ano -
- Se quiser posso te levar em casa Hannah - Mike falou educadamente -
- Oh , se importa amiga ? - Ela me olhava como quem queria dizer "Diz que nao crlh , diz que não" -
- Não , tenho umas coisas á fazer também , Adeus Mike e Hannah - Dei as costas piscando pra ela e deixei os dois conversarem -

  Sai distraída do colégio e escutei quando alguém assoviou , eu conhecia aquele assovio como ninguém.

- MICHAEL - gritei largando a mochila no chão e correndo para seus braços -
- Meu Deus como você diminuiu - Ele falou enquanto me apertava e me levantava minhas pernas balançavam no ar e eu gargalhava -
- Oque está fazendo aqui ? - Eu perguntei sorrindo e pegando minha mochila novamente -
- Vim visitar voces , estava com saudades , consegui vim antes do planejado 
- Estava com saudades de você também - Abracei ele novamente , ele estava tão alto e forte que minha cabeça batia no seu peito.

  Eu nunca iria reconhece-lo , nao porque nao lembrava , mas porque estava distraída ele estava encostado cheio de charme na árvore aonde sempre fico com Hannah.

- E cade Hannah ? - Perguntou e eu olhei em volta - 
- AH... - Parei de falar quando olhei parar Justin , arg idiota , ele estava conversando entre sorrisos e gargalhadas com a filha da diretora , Rosany tinha a mesma idade que ele só que estava sendo treinada para entrar no lugar da mãe -
- Wow oque foi isso ? - Michael perguntou entrando no meu campo de visão me fazendo tirar o foco de Justin -
- Quem é o bofe e porque olhava assim para ele ? 
- Meu irmão, Justin Bieber , que por conhecidência também é meu professor de Biologia e Quimica e nós nos odiamos.
- Não era disso que eu estava falando , o jeito que olhou para ele , o jeito que o encarou como um caçador que acabou de farejar sua presa e quer pega-la sorrateiramente.
- Me senti maligna Michael - Gargalhamos - Bom , eu e eles estamos em uma guerra mas isso é uma longa história.
- Só pra saber - Ele começou a falar - Tenho concorrencia ? - Ele perguntou rindo e apontando para Justin 
- Bobo , não. - Ele olhou para Justin que talvez por conhecidencia fixou o olhar em nós , Michel encostou na árvore novamente e me puxou pela cintura. - Oque está fazendo ? - Perguntei e ele não me deixou terminar e me beijou.-

  Aquele beijo , eu tinha saudades , agente ficava bastante , antes dele viajar já pensei em dar uma chance a ele apesar dele nunca decidir sua sexualidade , Michael gostava de homem e de mulher mas ele tinha um tombo por mim e nunca negou ou escondeu isso de ninguém. Ele me puxava para ele aprofundando o beijo cada vez mais meu corpo coladissimo com o seu que estava apoiado na arvore , aquela lingua gostosa percorria minha lingua com saudade , e ele mordiscava meus lábios hora ou outra lembrando de como eu gostava daquilo.

- Pronto matei a saudades por hora. - Ele me abraçou me acomodando em seu peito como um casal ficamos encostados conversando até que olhei para trás e o carro de Justin não estava mais lá , assim como ele -
- Você viu que ele tinha saido ? - Perguntei -
- Sim , ele saiu na hora que eu te abracei assim , você tinha que ver a cara dele , hilaria , ele tava muito bolado com muita raiva .
- Vish , voce está de carro ? - Perguntei e ele negou -
- Vamos lá para casa , está frio , você aproveita e conhece minha nova casa e depois se quiser dormir lá
- Vou pensar na parte de dormir , vai que o seu irmãozinho queira me matar de madrugada - Gargalhamos e fomos para meu carro - Oque aconteceu com o canadá ? parece que está mais frio que o normal , são 18:00 da tarde e está quase nevando.
- Você não viu nada , a partir desse horario ninguem sai mais de casa o frio está de matar.

  Conversamos , rimos , passamos no Mc Donald's e compramos lanches para a viagem e assim que chegamos em casa vi um carro parado em frente , era Mike e Hannah e eles estavam no maior amasso

- Que fogo é esse ai ? - Gritou Michael e Hannah soltou Mike e saiu correndo para abraçar Michael -
- Michael ? Que saudades irmão. - Ela apertou forte ele -
- Michael ? Michael é tu mesmo brother ? tu cresceu cr - Mike falou e os dois fizeram um toque idiota - Cade o carinha magricela que saiu daqui
- To fodão num to mano ? - Ele e Mike gargalharam -
- Bom meninas e fodão tenho que ir , até amanha. - ele deu um beijo em hannah e saiu voado com o carro -
- Ué oque deu para voltar menina ? - Perguntei para hannah -
- Ah minha mãe deixou e eu vim , ela tava com o meu pai no maior amasso.
- Mas que eca em - Falei caminhando até a porta e eles me seguiram - Bom apresento a você minha nova e chata casa - Michael ficou de boca aberta -
- Nossa se isso é chato eu quero um chato desse.

  Escutamos barulho da tv e lá estava justin sentado mudando os canais da tv tão irritado que parecia que ia quebrar o controle remoto.

- Esse é meu irmão e meu pai e pattie ainda devem chegar , vamos para meu quarto - Chamei eles e fui subindo no meu quarto todos se despojaram , um para cada lado debaixo de cobertas e casacos pelo frio começamos a conversar.
- Quando vai me explicar oque tem com esse seu irmão ai ? - perguntou Michael -
- Ah , não é nada demais agente já ficou algumas vezes mais ele está envolvido com minha professora de ballet e eu to evitando ele. 
- Você gosta dele ? 
- Ah não , acho que não , eu gosto do beijo e da pegada dele mas dele exatamente nao.
- Entendi pelo menos sei que ainda posso te dar uns pegar sabe - Taquei a almofada nele enquanto gargalhavamos - três batidas foram vindas da porta -
-Entra - Pattie colocou a cabeça para dentro do quarto - 
- Venham lanchar , devem estar com fome - Ela falou - óh , acho que temos mais um da familia ? Prazer sou Pattie - Ela falou acenando para Michael que sorriu alegremente -
- Prazer sou Michael e estou faminto. - Todas gargalhamos e descemos conversando -

  Na cozinha estava justin sentado na bancada com todo o seu estilo perfeito , sentamos á mesa e começamos a comer e conversar , Justin bebia algo na caneca e encarava minhas pernas e meus peitos descaradamente.

- Você não disse que traria amigos seus senhor Michael - Hannah falou -
- Eu trouxe Senhorita Hannah , eles estão no meu apartamento , afinal quem quer sair de casa nesse frio ?
- Quero conhece-los em - Ela sorriu safada e nós sorrimos junto , meu celular vibrou e eu vi o nome de Justin aparecer -

  Olhei disfarçadamente para o lado e ele não estava mais lá , oque ele queria ? Depois de Dias , Messes , Semanas ele quer me mandar mensagem para que ? Abri o whats e lá estava a mensagem dele.

"Quero conversar com você." 

"Estou ocupada"

"Será rapido , prometo , vem aqui"

"Não quero falar com você
Pensei que fosse invisivel na sua vida"

"Compreendo que errei não deveria ter parado de falar contigo
Mas entenda , levei um toco seu , nenhum homem gosta disso
e eu ainda gosto do seu beijo"

"Já faz messes que isso aconteceu , esqueça , supere."

"Esquecer ? Como ? Você esqueceu ?"

"Eu ... Descubra sozinho"

"Você esqueceu ? Me diga como ? Eu não consigo
Quanto mais olho para sua boca mais tenho vontade de beija-lá
Tão rosada e macia"

"Porra! Eu realmente não entendo , tudo aconteceu tão "rapido"
Agente se odiava e depois nos beijamos e agora paramos de nos falar
 isso ta parecendo filme , mas não sei se você sabe isso é vida real 
e eu não quero você"

"Não é oque parece quando você olha para mim , você me olha com vontade
com desejo , como se quisesse me atacar , não negue , eu percebo"

"Porque não vai cuidar de Isadora ? Do jeito que ELA olha para você
do jeito que ELA  te beija e me esquece , achei que ja tivesse seguido sua vida"

"Tão facil falar , mas tao dificil fazer , Eu gosto de isadora
Ela é uma boa pessoa , Beija bem , fode bem , mas não é ela que eu quero
É VOCÊ!"

"Pare , fique com ela , me esqueça"

"Vem aqui , eu quero ficar com Você"

"Não"

"Por favor , estou disposto a fazer um acordo "
  
"Acordo ? Impressão minha ou ta querendo me negociar ?"

"Não é impressão sua. Eu vou te fazer uma proposta 
se gostar agarra se não depois não reclame"

"Faça"

"Suba aqui"


- Gente - Chamei atenção de Hannah e Michael - Vou ter que fazer uma coisa , a casa é de vocês e vocês já sabem disso mesmo .

  Subi correndo e bati na porta do quarto de Justin , um ecoo de "entre" adentrou meus ouvidos me deixando completamente arrepiada , aquela voz rouca que mexiam com meu emocional , abri a porta e o encarei ele tava sentado na poltrona, parecia um chefão , lindo e sexy.

- Entre e feche a porta. - Fiz oque ele mandou e caminhei até a ele -
- Fale.
- Então , quer ir direto a proposta?
- Exato 
- Não - Franzi o cenho e ele se levantou ficando a centimetros de distancia de mim -
- Porque ? - Perguntei e me praguejei a sentir minha voz falhar -
- Porque antes ... - Ele me puxou pela cintura me fazendo arregalar os olhos e a outra mão adentrou meus cabelos os puxando para trás com força.-
- Me ... me ... solta.
- É o seguinte , vou ser claro , transparente e cristalino como o mar do Havai. - Ele beijou meu pescoço de leve , um arrepio percorreu minha espinha. - Eu tenho tesão por você , eu tenho um desejo incontrolável por você, nunca tentei te comer porque sei que você é virgenzinha mas quero te beijar , te pegar de jeito , seu beijo me deixa louco como já disse são poucas pessoas que me deixam com vontade de beija-la de novo. Então tenho uma proposta a lhe fazer
- Qua-qual ? - Tentei manter firmeza mas minha voz já me entregava de bandeja a ele -
- Eu quero você. Agente fica quando eu estiver afim , assim como agora, como depois tanto faz só ficamos eu quero voce e é simples assim. 
- Já disse que não quero nada com você - Falei firme e vi ele sorri e balançar a cabeça , debochado -
- Não é isso que o seu corpo e suas expressões dizem quando eu faço isso - Sua boa ficou colada na minha mas sem fazer força para me beijar ele fechou os olhos , e mordiscou meu lábio sem me beijar , meu corpo inteiro tremeu e ele abriu os olhos sorrindo , sexy -
- Eu ... eu ... - Gaguejei e por fim nao falei nada -
- Prometo não fazer nada que não queira alexandra. - Ele falou no pé do meu ouvido - Você pode , nós podemos sair , namorar e ficar com quem quiser , desde que continuemos ficando em segredo.  - Ele mordiscou minha orelha e suspirou senti meu corpo arrepiar - Aceite Alex , Aceite. - A voz mais rouca e gostosa que ele tinha , ele usou e eu derreti -
- Eu ... eu ... aceito. -Escutei sua risadinha e ele se afastou -
- Se quiser pode voltar para seu amiguinho. - Ele falou indo pegar o celular. -
- Ah , ok. - Sai meio zureta do quarto e fui para o meu , não sei quanto tempo perdi ali com ele , mas foi o suficiente para que eu precisa-se de um banho quente e relaxante. -
- Demoro em Alex. - Michael falou enquanto mexia no meu computador -
- Folgado voce em - Joguei uma almofada nele.-
- Nós vamos a uma balada hoje , festinha de boas vindas para mim.
- Ah vou nao mozim , vou nao. - Falei me sentindo acabada.-
- Poxa Alex - Ele falou fazendo carinha de cachorrinho -
- Okay , eu vou. 

  Hannah já estava se arrumando quando eu fui tomar banho , um vestido preto como sempre , eu posso ter uma coleção de quinhentos vestidos mais para balada sempre vai ter aquele preto decotado sabe ?! , Me vesti e Hannah me maquiou e em pouco menos de 1 hora depois estava pronta e louca pra me acabar.
 

 Peguei o carro maravilhoso do meu lado e lá fomos nós , escutando musica bem alto e prontos para nos acabar na noite. 

Justin Narrando - 

  Consegui porra , era tudo que eu queria , voltar a ser "amigo" de Alexandra ainda poder dar uns pegas nela , era tão bom o poder que eu tinha sobre ela , eu gostava daquilo. 

- Justin ? - Olhei para a porta e vi Isadora sorrindo para mim -
- Oi Isa , Entra - Fiquei meio surpreso ao ver ela ali , na porta do meu quarto toda produzida e linda -
- Está ocupado ? - Ela perguntou vindo até a mim e me deu um selinho -
- Não , na verdade estou entediado - me joguei na cama e ela se sentou ao meu lado -
- Vamos sair ? - Ela chamou e eu me sentei -
- para onde ? 
- Estou querendo ir a uma boate que está inaugurando hoje , o dono dela é conhecido do seu padastro também.
- Do Raymond ? Ah legal.
- Então vamos ? - Ela perguntou animada -
- Ah , claro sim vamos , vou me arrumar.

  Me arrumei enquanto Isa ficava falando de como a boate parecia legal e que tinha conversado com o tal dono dela e blá blá blá. Depois de algum bom tempo na frente do espelho estava pronto.

- Eai , ta bom ? - Falei abrindo os braços e sorrindo , ela mordeu o lábios -
- Lindo , perfeito! 
- Então vamos gatinha. - Descemos de mãos dadas e eu não vi , nem escutei barulho de uma alma viva na casa , peguei as chaves e fomos para a tal balada -
- Não tinha ninguem em casa ? - Ela perguntou cortando o silencio do carro -
- Não sei , as ultimas pessoas que eu vi foram Alex , o tal Michael - Falei bufando - e a Hannah.
- Michael ? - Ela perguntou franzindo o cenho -
- Sim , porque ? conhece ?
- Meu deus o Michael , ele deve estar tão grande , ain. - Ela falou sorrindo e emocionada -
- Era so oque me faltava. Conhece ele da onde  ? - Perguntei meio contra gosto-
- Eu vi ele , Hannah e Alexandra crescerem Justin , eles eram o trio ternura aonde um tava o outro tava junto , e bom , como eu e Alex conversavamos muito , sobre tudo , ela me contava que eles tinham um relacionamentozinho. - Ela falou meio cabisbaixo na parte do "conversavamos"-
- Ah ... entendi - Falei pouco me importando , afinal , eu também tinha um relacionamentozinho com ela -
- Eu vi sua mãe e seu padrasto saindo quando eu cheguei - Ela falou mudando de assunto -
- Saindo ?
- Sim , ela que mandou eu entrar e ela estava toda produzida , linda e bela. - Eu franzi o cenho e ela sorriu animada - Ela estava com um vestido curto e um salto , e uma maquiagem de arrasar.
- Af , minha mãe querendo ser adolescente.
- Ué , ela ta nova ainda cara , super gata. - Falou retocando o gloss -

 Chegamos a boate rapido , era perto , a fachada estava linda , uma fila se formava passamos direto sentindo os olhares em nós , eu sabia que o vestido da Isa tava curto demais agora o povo fica olhando. 

- Seu nome está na Lista ? - O Segurança grandalhão perguntou -
- Sou da familia Cure. - Ele olhou na lista e pude ver "Familia Cure" , ué ... será ? ... nao , minha mae nao é disso.-
- Oh o senhor está na área vip , no segundo andar - Ele colocou uma pulseirinha no meu braço e de Isadora e entramos de mãos dadas -

  Assim que estramos meu baque foi grande , uma enorme barulheira invadiu meus ouvidos e logo vi pessoas gritando , segundo andar só entrava vips , dois seguranças enormes liberavam a passagem , as pessoas dançavam e bebiam loucamente , o lugar estava lindo e bem organizado , a cabine do DJ ficava do outro lado no segundo andar de frente para a area vip que era bem confortaveis , mesas e cadeiras altas de ferro estavam por toda parte , e umas mesas com poltronas grandes para casais , era grande aquele lugar e bonito.

- Vamos sentar onde ? - Isa perguntou gritando por causa de umas musicas do David Guetta que tocava altissimo - 
- Vem - Segurei sua mão e fomos para uma das poltronas super confortaveis - 

 Trocamos poucas palavras antes deu começar a beijar seu pescoço e queixo fazendo-a parar com oque estava falando e acariciar minha nuca enquanto eu a beijava , arranhei sua coxa com a mão esquerda enquanto a direita segurava seus cabelos.

- Justin ... - Ela falou quase inaudivel por causa da musica -
- Oque ? - Perguntei sem muito interesse -
- Me beija ! - Sorri mordendo o lábio e então á beijei , nossas linguas dançavam num ritmo agitado , nao era O beijo , mas ela tinha um beijo gostoso e uma pegada legal e fodia muito bem -
- com licença - escutei e me virei , um "garçom"chamava nossa atençao e eu fiquei boquiaberto um garçom ?-
- olá boa noite - comprimentei educadamente -
- os senhores vao querer algo para beber ?
- hm ... duas vodcas duplas - falei por isadora q retocava o gloss borrado -
- sim senhor é pra ja - saiu nos deixando a sós-
- melhor parar - falei para isadora -
- com oque ? 
- o gloss 
- porque ? 
- porque vou tira-lo novamente - ataquei sua boca novamente  e ela pareceu espantada mas logo retribuiu o beijo com a mesma intensidade -

 Começamos e beber e nos beijar desesperadamente , rindo atoa , eu ja tinha pedido metade das bebidas que eu conhecia minha cabeça girava eu so ria e falava coisas emboladas e isadora também. 

- quer dançar ? - ela me chamou se levantando e eu dei um tapa em seu bundão -
- não gostosa , vou ao banheiro - falei indo para o lado contrario do que ela foi , ir ai banheiro era a ultima coisa que eu pretendia mas eu ia , sempre tem lesbicas se pegando no banheiro de uma boate.-

Peguei meus dois copos de duas bebidas diferentes da mesa , passei por varias mesas , casais namorando , casais quase se comendo , e casais que pareciam minha mãe e o Cure , de "senhores" mais ou menos isso sentamos conversando e bebendo. c
Cheguei no final da area vip e vi o corredor dos banheiros e entrei , um casal de lesbicas se chupavam no finalzinho do corredor , um casal uma menina e um menino se pegavam um pouco mas a frente senti minhas costas ser brutalmente empurrada e fiquei meio zureta por causa da bebida que estava trabalhando fortemente em mim , depois de me virar para ver oque era vi um casal que esbarrará em mim , continuar se pegando na parede , eu conhecia aquela menina ?  eu lembro de conhece-lá. virei um dos copos que estavam em minhas maos e enlouqueci com aquela cena  , virei o outro copo e juguei os dois no chao fazendo os
copos quebrarem e eu senti minha cabeça girar.

- Alexandra ? - falei altissimo e ela pouco se importou , caminhei ate eles e empurrei o menino que a beijava , ela pouco se importou deu de ombros e me puxou para perto dela-
- Justin ... - ela sussurrou embolado quando eu puxei seu cabelo fazendo-a delirar-

  Eu nao sabia oque estava fazendo , ou oque eu ia fazer , minha mente estava confusa era como se tivessem bloqueado ela e toda minha sanidade fosse para o espaço e eu nem pensasse no que estava fazendo.
   A beijei e quando fiz ela retribui rapido , como se esperasse por isso e desesperadamente eu apertei sua cintura colando-a no meu corpo e gemi sentindo-a roçar na minha ereção que ficava cada vez maior , ah caralho aquilo tava gostoso , levantei seu vestido e nem quis prestar atenção em sua calcinha apenas apertei aquela bunda (GIF) ela gemeu e eu dei um chupão no seu pescoço sabendo que ficaria roxo , eu queria que ficasse. A coisa tava quente , sua lingua enroscava na minha numa sincronia perfeita , e sua mãos arranhavam minha nuca deixando provavelmente tudo vermelho , eu estava morrendo de tesão , seu beijo me deixava louco , ela pulou na minha cintura enlaçando as pernas e meu membro duro ficou roçando em sua buceta. Porra , ouvi uma batida na parede e olhei de relance , duas pessoas se pegavam tão violentamente que seus corpos faziam barulho se chocando contra a parede. 

- Gostoso - Alex sussurrou no meu ouvido e eu delirei , cachorra -...


Oiii suas gostosas lindas , eu to aqui depois de slá quanto tempo escrevendo embaixo de um cap. para dizer que mesmo não respondendo eu leio e amoooo cada comentário , OBRIGADO DLÇS <3

10 Comentários <3

21 de mai de 2014

Slaps And Kisses. - 8° Capitulo


- Oque faz acordado essa hora Justin ? - Ele perguntou e eu dei de ombros -
- O Mesmo que você. - Fui até a cozinha , peguei duas latas de cervejas e me sentei na outra poltrona -
- E como sabe oque estou fazendo ?
- Não é muito dificil imaginar , está preocupado com Alexandra e Hannah.  - Falei encarando a televisão. - Ter filha é complicado , não é ?
- Sim , muito ainda mais quando estão nesta idade. Mas e você Justin , porque não vai dormir? 
- Não consegui.
- Justin, de homem para homem - Ele me olhou e pela primeira vez na conversa encarei ele - Você pensa em formar uma familia ?
- Hum.. Sim , mas tem que ser com alguém que eu ame de verdade , não com qualquer uma desses que eu fico.
- E Isadora ? - Cocei a cabeça , esperava por tudo , menos por isso -
- Eu gosto dela , mais não para ser mãe dos meus filhos e minha mulher.
- Ela gosta muito de você. - Eu suspirei -
- Eu sei.

  Ficamos calados assistindo ao jogo e bebendo , escutamos umas gargalhadas muito altas e a porta se abriu , junto com Alex e Hannah entrou um vento gelado muito gelado , elas riam de algo ou de tudo pois estavam bebadas.

- Alexandra , Hannah.  - Raymond falou e elas nao deram a minima importancia riam e cambaleavam ,Hannah Subiu correndo e caindo oque foi engraçado. - Alexandra vamos conversar.
- Se... eu .. conseguisee - Ela ria e quando tentou andar caiu no chão , levantei e fui até ela -
- Vamos para o quarto - Falei e ela ficou me encarando , séria mas seus olhos brilhavam -
- Justin.. - Raymond me chamou -
- Quando ela estiver bem vocês conversam . - Falei e peguei ela no colo e subi as escadas correndo -

  Entrei no meu quarto e a coloquei na cama deitada , fechei a porta e ela continuou me encarando , tirei seus saltos e me sentei do outro lado da cama.

- Oque quer de mim ? - Ela perguntou brincando com os dedos -
- Nada. Porque ? 
- Você simplesmente me esqueceu apenas porque eu nao quis ficar mais contigo , agora trás a Isadora para nos apresentar 
- Eu não sabia que conheciam ela. -Falei a total verdade e ela se irritou -
- Eu to com ... Uma PUTA vontade de te bater - Ela levantou e eu por um segundo achei que ela fosse avançar em mim - Você é um completo idiota , por uns dias eu achei que fossemos virar amigos , mesmo brigando sabia , mas eu vi que você realmente é oque todo mundo falava - Ela pegou os saltos do chão e foi em direção a porta -
- PERA AI - Gritei já estressado - EU NÃO TENHO CULPA SE VOCÊ É RIQUINHA MIMADA QUE TODOS CAEM AOS SEUS PÉS , EU TAVA GOSTANDO DE VOCÊ SABIA , VOCÊ É COMO A IRMÃ MAIS NOVO QUE EU ACHEI QUE FOSSE FICAR COMIGO E CONVERSAR QUANDO EU PRECISASSE MAS VOCÊ SÓ SE IMPORTA COM VOCÊ.
- VAI SI FUDER , BIEBER. ENFIA UM VIBRADOR NO SEU CU FILHO DA PUTA . - Eu arregalei os olhos -
- AGORA DESCOBRI UM LADO DE VOCÊ QUE EU NÃO CONHECIA , ENCHE A CARA E VIRA MERRENTA , QUANDO TA SÓBRIA É UMA PATRICINHA MIMADA QUE DANÇA BALLET , COISA DE MENININHA.- Não deu tempo de mas nada , só vi aquele salto pontudo na minha cara , abaixei por puro reflexo e o salto bateu na parede e caiu no chão - VOCÊ ESTÁ MALUCA ? VOCÊ IA ME MATAR , ESSE SALTO IA ENTRAR NO MEU OLHO.
- Ela riu um pouco - SABE , PARA VOCÊ , É FODA-SE BEM GRANDE. APROVEITA E SAI PASSANDO O RODO EM GERAL , INCLUSIVE NA ISADORA , ELA TA MAL COMIDA DEVE TER UNS 24 ANOS, AFINAL NINGUEM DEVE TER COMIDO ELA MESMO , E SE RESOLVER SE CASAR , NÃO LEMBRE DE ME CHAMAR PORQUE NÃO PRETENDO IR , OBRIGADA. - Ela tentou abrir a porta mas eu havia trancado e escondido a chave  ela bufou e continuou de costa -
- NÃO PRECISAREI TE CHAMAR , VOCÊ SERÁ A MULHER QUE ENTRARÁ PELA PORTA VESTIDA COM UM LONGO VESTIDO BRANCO E DE BRAÇOS DADOS COM RAYMOND. - A cabeça dela caiu encostando na porta -
- Desiste , Bieber. - Falou meio desnorteada -
- Se for para me casar , quero me casar com alguém como você , linda , praticinha , nojentinha , gostosa , beija bem e que cuidará perfeitamente de uma familia.
- VAI PRO INFERNO - Ela virou para mim e sentou no chão encolhida encostada na porta -
- Não que eu goste de você , só gosto como irmão. Mas se for para me casar um dia , queria que fosse com alguém como você.
- Me deixa sair , por favor - Ela falou com cara de choro - 
- Fica aqui , comigo. - Ajoelhei na frente dela -
- Vai ficar longe de mim ?
- Sim - Falei com convicção e ela aceitou minha ajuda para levantar , depois se deitou encolhida em minha cama , passei o cobertor por cima dela e me deitei ao seu lado - Porque está chorando ? Sou tão feio assim ?
- Oque tem haver sua feiura comigo chorando ?
- Derrepente esta chorando de susto - Eu ri e ela também -
- não , só não sei me deu vontade de chorar. - Aquilo era mentira , eu tenho certeza -
- Conte-me a verdade.
- Temos que dormir , amanha é o ultima dia de férias - Ela me lembrou o certo , segunda voltava as aulas -
- Okay , boa noite - Falei e nao obtive resposta -

    Acordei cedo e escutei o barulho do meu chuveiro ligado bati na porta e nao obtive resposta , talvez nao quisesse falar comigo , ela tinha este direito , olhei para o relógio e eram exatas 7:00horas da manhã , tinha que estar as nove no colégio.

- Bom dia - Alex falou sorrindo de lado -
- Bom dia - Olhei para ela , coberta apenas por um roupão - Me desculpe ter deixado você presa aqui está noite.
- Pelo menos eu dormi um pouco;
- Vai sair ? - Perguntei indo em direção ao banheiro -
- Não , só á tarde.
- Não tem ballet ? - Ela bufou -
- Não quero ver Isadora , nem tão cedo. Nem você . - Ela foi até a porta e saiu sem me olhar -

 Aquilo nao foi a coisa que eu mais queria escutar naquela manhã , e nao eu nao mudei de opnião sobre Alexandra assim do nada , provavelmente nem ela sobre mim , quer dizer ela nao mudou de opinião sobre mim porque ela ainda me odeia , mais eu nao.
  Como disse , nao foi por acaso eu tenho convivido bastante com meu pai e fazia muito tempo que nao nos viamos depois que eu me mudei e etc , porém a uns 2 messes e meio atrás eu passei a conviver mais com ele e com ele estou aprendendo grandes coisas , tenha bastante aprendizados afinal são 22 anos daqui a uns dias faço 23 nao é pouco porém meu pai me mostrou coisas surpreendentes coisas que talvez eu fosse aprender apenas na idade dele e por cometer o mesmo erro , a mais ou menos um mês atrás estavamos no Starbucks ...

~ Flash Black ~

- Eai meu jovem - Fiz toque com meu pai e nos sentamos , tinhamos marcado de nos encontrar ali -
- Eai pai , como esta ? - Falei me sentando -
- Ah to bem e você cr ? - Eu franzi o cenho pensando no que responder -
- To meio pensativo 
- Porque ? 
- Acho que to cansado sabe , pega geral , comer todo mundo e nunca ter com quem conversar , com quem se abrir e dormir junto a noite .
- E a tal moça com quem está saindo ?
- Eu gosto dela , mais nao como mulher.
- E porque está com ela ?
- Não quero despensa-lá sem um motivo real , eu gosto da compania dela mais nao temos afinidade.
- Filho , vou te ensinar uma coisa que no futuro eu ensinarei a Jaxon também provavelmente , curtir é bom , curtir comer geral pegar mina pra caralho nossa como isso é bom mas as vezes vemos a oportunidade passar pelos nossos olhos , na nossa cara e nao agarramos quem podia ficar conosco para toda a vida , são poucas pessoas na vida que tem duas oportunidades como eu tive , mas nossa se eu pode-se voltar no passado e fazer tudo diferente.
- Como assim pai ? 
- Um pouco mais novo que voce eu engravidei sua mãe , nós namoravamos , nos davamos super bem eramos amigos , companheiros , e um casal que quem nos conhecia invejava nossa relação mas eu era como você eu pegava geral , ia para festas e baladas as meninas caiam aos meus pés e eu nao me importava só pegava mas um dia sua mãe se cansou de eu sempre fazer besteiras e voltar para os braços dela me desculpando e ela se foi , saiu da minha vida junto com você , ela estava grávida foi ai que percebi que existe uma hora que temos que parar e ver as oportunidades da vida , não podemos ficar  simplesmente ficando com uma , com outra porque não serão essas umas e outras que estaram cuidando de ti quando estiver doente ou que estarão cuidando da sua casa , Hoje eu estou com quase 40 anos no meio da cara felizmente tenho minha familia , meus filhos um já criado e outros dois para criar e Deus me deu Erin e eu á amo muito , porém antes poderia ter sido diferente , se eu tivesse aprendido oque estou tentando lhe ensinar agora , teria sido tudo diferente.
- Talvez eu tenha entendido...
- Oque você entendeu ?
- Que a vida tem momentos para tudo , que as vezes temos que parar de pensar em pegar geral e perceber quem realmente queremos para toda a vida e quem vai cuidar de nós e da nossa familia.
- Isso meu filho , Isso. Talvez você já tenha encontrado essa pessoas , tem pessoas que chegam na nossa vida por acaso e mudam tudo...

~Flash Back Off~

  Quando ele disse que tem pessoas que chegam na nossa vida por acaso e mudam tudo lembrei de Alex , realmente ela mudou tudo ela foi a primeira menina com quem eu tive contato mesmo sem sexo , nós conversavamos , nós riamos , nós brigavamos , ela me fazia feliz mesmo eu ainda odiando ela , ela realmente me fazia feliz e que se fosse para criar uma familia seria com ela , ou com alguem parecido com ela , ou com a sensação de felicidade e amizade que ela me proporcionava.


Alexandra Narrando -

  Óh como eu estava com raiva , não tanta de Justin , dele também por ter me ignorado por 3 messes apenas por um simples fato idiota de eu nao querer beija-lo , mas de Isadora sim dela Vadia , Safada , Sem vergonha. Eu conversei com ela , eu estava mal esses messes todos por Justin nao estar falando comigo eu me abri com ela e ela se abriu pra ele , mas ela abriu a buceta.

- Calma amiga - Hannah falou rodando na cadeira da minha escrivania -
- Eu to calma , só estou chateada - Falei tão calmamente que até eu me estranhei - Mas não com ele , bem ... com ele também mais apenas porque por um simples fato idiota ele ficou 3 messes sem olhar direito na minha cara , mas ela não , eu conversei com ela falei oque tinha acontecida e quem era ele , e como eu estava me sentindo , eu me abri com ela Hannah e ela se abriu com ele . 
- Deve ter se aberto bem "AI justin gostoso vemk me fode" - Hannah abriu as pernas fazendo uma voz escrota e eu gargalhei -
- Idiota - Falei rindo - 
- Pera amiga tem mais - Ela levantou as pernas abertas - "AH JUSTIN VOU GOZAR , VOU GOZAAAAAAR" - Ela falou e depois nós nos acabamos de rir - 
- Idiota , vamos nos arrumar temos que sair daqui a 1 hora e meia.
- Trágico , não quero ir á escola ,professores chatos e ficou sabendo ?
- Oque ? - Perguntei indo até o closet -
- Todos os professores do 1° ao 3° são novas , demitiram os outros pintaram o colégio e terminaram de construir o 4° andar nas férias.
- Que maneiro - Falei saindo do closet com o uniforme em mãos - Só podiam mudar o uniforme , esse uniforme é horrivel.
- Eles mudaram ué - Ela falou indo revirar a mochila e tirando o dela de dentro - Só que para pior.

  Nossa diretora era Japonesa ou seilá como se fala , então ela tinha feito nossos uniformes como os de lá saia brega , blusa branca brega , gravata brega e uma coisa tipo palitó por cima da blusa branca , TUDO BREGA. 

- Bom Dia - Falamos juntas  assim que chegamos na cozinha -
- Bom dia meninas - Pattie respondeu e meu pai respondeu logo em seguida -

  Almoçamos em um total e absoluto silencio assim que acabamos já eram 12:20 então escovamos os dentes pegamos as mochilas e finalmente saimos , um frio nas pernas por causa da sainha curta , uma preguiça , vontade de ficar na cama o dia inteiro mas nao , tinha que enfrentar o frio a chuva e ir para a escola , com aquele uniforme de merda que nao ajudava em nada ainda.

- E a agenda começa a ficar corrida de novo quando Senhorita Cure ? - Perguntou Hannah sentada no carona-
- Semana que vem só , essa semana vou dá uma relaxada , acostumar novamente com os estudos depois voltar as atividades do dia a dia.
- Vai fazer oque no meio de semana ?
- Bom , Segunda , quarta e sexta vou para o Ballet na parte da manhã, Terça e quinta tenho Yoga de manhã. Fora as manhãs todos os dias a noite estou em casa , eu acho.
- Uau , se você já é atarefada agora , imagina quando estiver na faculdade. - Ela franziu o cenho- Você vai morrer imperativa.
- Porque ?
- Fica em casa ta reclamando , por isso que teu pai te coloca para fazer Yoga , Ballet e o caralho a quatro. - Gargalhamos -
- Eu sei só agora você percebeu ?. - Rimos mais um pouco e logo depois de uns 5 minutos chegamos na escola -

  Tudo novamente , pessoas chatas e Educação , já disse que o colégio que eu estudo é o mais rígido da cidade ? Tem que ter postura e Educação acima de tudo , todos aqui andamos iguais robozinhos qualquer coisa levamos advertencia e nossos pais são chamados no colégio.

- Boa Tarde - Falamos com o porteiro e ele -
- Boa tarde - Ele respondeu e assentiu com a cabeça e entramos -

  Primeiro dia de aula como sempre , Reunião com todas as turmas no pátio do colégio , sim eram muita pessoas , quer dizer , mais ou menos nem todos tem dinheiro para colocar os filhos em um colégio como este , é caro e de clase muito alta daquele tipo que se falarmos "Estou no colégio ..." as pessoas já mudam com você por que acham que você é riquinho e mimado.

- Boa Tarde Alunos - A diretora japinha entrou no Palco improvisado no Pátio - Bem Vindos a mais um ano letivo em nosso colégio , muitos aqui já são nossos alunos antigos e sabem as regras , Postura e Educação acima de tudo.

  Ela falou mais umas coisas no qual não escutei direito , explicou sobre os professores novos e que eles mudariam de sala conforme os horários. O 3° ano foi direcionado para o 4° andar , o novo andar reformado do colégio , as salas eram lindas como todas as outras , nos sentamos como robo todos com uma postura excelente e calados , assim que o professor Arnaldo de História entrou falamos o famoso "Boa Tarde" em coro e nos calamos. A primeira aula foi um tremendo saco , tivemos 2 tempos de História e um de Geografica com a professora Bianca depois deu a hora do intervalo

- Estou cansada - Falei com Hannah quando nos sentamos no gramado em frente á enorme escola , haviam alunos espalhados por todos os cantos ali na frente -

 

 - Melhor do que voltar para casa e ver Justin - Ela falou e eu concordei plenamente -
- Ele está no trabalho , só chega á noite graças a Deus.
- Melhor voltarmos a aula e aturar os ultimos dois tempos logo , quero ir para casa. - Nos levantamos pegando nossas mochilas -
- Vai lá pra casa hoje ?
- Ta maluca - Hannah riu - Minha mãe já vai querer me matar quando eu chegar hoje , imaginar ir para lá de novo é capaz dela mandar eu me mudar para sua casa logo.
- Não seria uma má ideia - Gargalhamos e entramos na sala -
- CARALHO - Hannah falou parando na porta da sala e eu bati nas costas dela , quase fazendo ela cair , empurrei ela e parei de olhos arregalados , um fantasma ? Só podia ser , eu e Hannah estavamos com a boca aberta e os olhos arregalados , ele nao faria aquilo ,  não é possivel -
- BIEBER ? - Eu praticamente gritei e senti todos os olhares voltamos a nós e abaixei a cabeça -
- Senhorita Cure ? - A voz grave e de homem fez correr uma sensação de desconforto pela minha espinha , não era possivel mais até aqui ele vem me perturbar ...


10 Comentários <3

12 de mai de 2014

Slaps And Kisses. - 7° Capitulo


- Justin - Sussurrei -....
- Fugindo de mim Alex ? - Ele perguntou com um sorriso idiota no rosto -
- Eu não , estava no ballet 
- Você dançando ballet ... um dia eu queria ver.
- Um dia , talvez muito distante -Falei e me sentei na cama enquanto ele entrava e fechava a porta -
- Porque ? É só uma dança 
- Não quero dançar para você. -Falei emburrada -
- Ok , eu espero até o dia que você quiser. - Ele levantou da beirada da cama com as mãos nos bolso e foi até a porta encarando o chão - Ah ... Minha mãe falou que 19:00 horas em ponto o jantar está na mesa , esteja lá.

  Ele saiu e eu me joguei aliviada na cama, espero que não toquemos no assunto do beijo nunca , meu rosto ficava corado só de pensar nisso. Tomei banho , troquei de roupe e desci todos já estavam na mesa as exatas 19:05 que pontuais.

- Desculpe a demora - Falei usando a educação que eu detestava -
- Sem problemas querida - Pattie sorriu para mim e eu apenas assenti -

  O silencio era mortal , ninguém queria falar nada muito menos eu e Justin , ele me olhava as vezes disfarçadamente e eu também fazia o mesmo mesmo contrariando todos os meus principios de odiar ele , Olhei para sua boca e lembrei do quanto ela me chamava ontem logo senti um fogo dentro de mim , eu pre... Para! Não , esquece isso.

- Então Justin como foi , conseguiu algum trabalho ? - Perguntou meu pai -
- Sim , na verdade eu fui chamado para 3 , os três lugares que eu fui gostaram de mim.
- E em qual vai trabalhar filho ? - Pattie entrou na conversa -
- Eu vou trabalhar em dois mãe , um fica a mais ou menos 45 minutos daqui e o outro a uns 30. Vou trabalhar em um de manhã e no outro a tarde.
- Porque ? você sabe que não precisa. - Realmente ele não precisava , Justin era montado na grana qualquer um via , porém ele nao negava trabalho. -
-  Eu gosto de trabalhar mãe , a senhora sabe que não gosto de ficar parado , é chato.
- Ok , entendo. - Ela respondeu - E você Alex , como foi o Ballet ?
- Ótimo , A Isadora me recebeu muito bem e as meninas também - Falei por pura educação , não gostava de conversar com Pattie -
- óh que bom filha , temos que convidar Isadora para jantar conosco qualquer dia desses.
- Umhum... - Apenas assenti -

  Ficamos quase 20 minutos em silencio , eu já havia terminado e estava pronta para levantar quando Pattie engata em uma conversa sobre , adivinha , NAMORO , e aquela conversa iria vir para cima de mim com certeza...

- Alexandra nunca trouxe nenhum namoradinho para que eu conhecesse - Papai falou , Eu disse que iria vim para mim -
- Nem Justin , eu sei que ele pega geral mais nunca trouxe umazinha para mim conhecer.
- Meus "casos" sao da rua para lá , e todos sabem - Falou Justin nada satisfeito com a conversa- 
- Eu não tenho namoradinhos. Nem fico com um e outro - Falei -
- Mais não é possivel que voce não de uns beijos em ninguém Alex , vai me dizer que é Boca Virgem ainda. - papai falou , Eu encolhi os ombros e vi Justin rir -
- Não ela não é. - Escutei Justin falar e encarei ele com os olhos arregalados - Mas não é porque ela já beijou que o menino tenha que vir em casa , é apenas o famoso ficar , e se tiver sido gostoso eles podem ir ficando - Ele falava agora me encarando - Sem compromisso apenas por gostar do beijo da pessoa , quer dizer as vezes porque tem casos que as pessoas fogem das outras. - Indireta recebida com sucesso Bieber , estreitei os olhos para ele que sorriu -
- As coisas hoje evoluíram , no nosso tempo ficava ja tinha que casar - Ele e pattie gargalharam -
- É Mais hoje não , graças a Deus não se não Bieber já estária casado com milhões de putas. - Falei visivelmente irritada - Bom , com licença vou para meu quarto.

  Subi as escadas correndo e depois o segundo lance de escadas correndo e me joguei na minha cama , eu não deveria ter beijado ele , porque agora os lábios  dele ficam me chamando e isso é tão tentador e aquela indireta , será que ele quis dizer que queria mais ? Ou não , ah que coisa confusa.

- Aquilo realmente foi para você - A porta se abriu e Justin não ousou nem podia licença apenas bateu a porta novamente e se jogou em cima de mim na cama -
- Aquilo oque ? - Perguntei ofegante com a proximidade dele , ele me prendendo á cama , seus lábios a centimetros  dos meus -
- Se tiver sido gostoso elas podem ir ficando , sem compromisso , apenas por gostar do beijo da pessoa. - E depois ele me beijou -

   Mas que caralho de merda de bosta está acontecendo , eu nem para recusar nem para empurra-lo e estapiar sua cara eu simplesmente beijei e deixei que ele me conduzi-se a um delicioso mundo paralelo.

- Justin Sai. - Falei ofegante mas gemi agoniada quando ele me deu um chupão no pescoço que ficaria a marca por uns três dias.-  SAI. - Gritei e empurrei ele -

  No mesmo momento a porta se abriu e meu pai entrou , Justin estava jogado ao meu lado com cara de assustado e eu com os lábios rosas inchados e assustada e para completar com um chupão provavelmente enorme no pescoço.

- Justin ? - Meu pai franziu o cenho - 
- Hm... ér ... senhor... eu to indo - Ele levantou com a mão na calça e eu nao entendi porque -
- Não precisa , pode ficar - Papai sorriu - Depois converso com a Alex , acho legal que vocês estejam se dando bem , sem brigar  , vocês precisam interagir mais afinar agora são irmãos - Meu pai sorria inocente e contente e eu pensava "não sabe ele como estavamos interagindo " -
- Porque está com as mãos ai ? - Perguntei quando ele saiu -
- Quer mesmo saber ? - Eu assenti curiosa e Justin tirou a mão , eu arregalei os olhos , uma coisa tão grande , porra era tão visivel que ele estava excitado -
- OH MEU DEUS - Eu tapei os olhos -
- Calma. - Ele falou e se deitou ao meu lado - Me dá a mão. - Eu entreguei com cautela .- Promete que não vai da chilique ?
- Sim.

  Ele colocou minha mão ali em cima e eu encarei o teto , não sabia se aquilo tudo era vergonha ou outra coisa , ele começou a acaricia seu volume enorme com minha mão e eu não queria olhar aquilo.

- Bieber - Falei e puxei minha mão quando ele começou a subi-lá para o cós da calça- Sai do meu quarto 
- Calma , eu vou sair , não agora porque ta chuvendo e ta relampeando e ta trovejando eu tenho medo sabia ?
- Toma vergonha na cara e deixa de ser mentiroso , vaza daqui. 
- Ok , ok eu vou , mas como vamos ficar ?
- Como assim ?
- Eu gostei do seu beijo - Ele falou sorrindo e eu corei - São poucas rarissimas as mulheres que tem o beijo que eu game.
- Af , eu não vou ficar mais com você , isso não é certo , você é um filho da puta pegador que adora comer geral e eu nao vou ser uma dessas
- Eu não quero te comer , na verdade quero , mas eu só queria teu beijo.
- Não , some.
- Quando quiser sabe onde me encontrar. - E saiu correndo e eu enfiei o rosto na travesseiro -

  Esse homem , não podia sumir , maldito. Acordei apenas no outro dia , uma chuva tão forte que eu me assustei , que tempo é esse meu Deus , sai da varanda e voltei para o quarto , me arrumei e desci já com a bolsa , ficar subindo e descendo essas escadas não é legal. Tomei café da manhã com Justin e ele saiu primeiro que eu só escutei a porta bater , Pattie e Papai já haviam tomado café .

- Estou indo. - Falei antes de sair - 
- Tome cuidado , a chuva está muito forte. - Gritei um Ok antes de sumir completamente -

  Encontrei com Hannah na porta do "colégio" de dança , entramos correndo por causa da chuva , na sala haviam poucas pessoas , umas 5 meninas mas eu e Hannah que chegamos agora haviam 7 mas a Isadora que chegou agora e ensopada.

- Oque houve ? - Hannah cara de pau perguntou -
- Meu carro enguiçou no meio desse temporal , se não fosse um jovem rapaz que parou para me ajudar eu nao tinha chego aqui hoje.
- Hm , que jovem rapaz ? - Hannah tem que aprender a calar a boca -
- Um homem , da minha idade ou uns 2 anos mais novo , parou para me ajudar mais também não conseguiu então ligamos para o reboque e ele me trouxe aqui de carro.
- Marcarão algum encontro ? 
- Ele me convidou para jantar um dia desses , disse que me ligaria , muito elegante ele.
- Oooooh Isadora desencalhando - Dessa vez fui eu que me meti e todas riram -
- Alexandra - Ela gargalhou também - Bom meninas , vamos lá , como já perdemos muito tempo vamos ao que interessa , quero trios eu mesma vou escolher , começaremos por Hannah , Alexandra e Olivia , quero giros e saltos como ensinei ontem , vamos lá.


 3 Messes Depois 

  Tudo estava normal , ou mais ou menos , o frio continuava o mesmo Isadora estava saindo com esse tal homem a uns 3 messes e alguns dias , Justin quase não me dava mais atenção nem para brigarmos , as aulas começaram na semana que vem e eu não estou nem um pouco mais animada.

- Porque está com essa cara de bunda Alexandra ? - Hannah veio da cozinha e logo perguntou , ela veio dormir aqui ontem e vai passar o dia aqui talvez vá embora só amanha.-
- Ah slá 
- Não tem essa de seilá , desembucha.
- Eu to com saudades do Justin cara , isso é normal ? - Ela gargalhou -
- Como assim amiga ? 
- Ah nao sei , eu sinto falta dele sabe , eu sei que ele é mais velho tem seus compromissos demais e etc , mas eu gostava de perturbar ele mesmo brigando agente assistia filme - Mordi o lábio lembrando do beijo - Agente brigava e depois ficava conversando mesmo entre trancos e barrancos.
- Pera porque você mordeu o lábio na hora do "assistia filme" . - Eu gargalhei e ela arregalou os olhos e a boca - ALEX - Ela gritou e eu tapei sua boca -
- Foi sem querer , uma vez só , depois teve outra mais eu dei um "fora" nele , desde então tudo mudou , é estranho , ele era o tipo de pessoa que quando eu to com medo do trovão que agora ta frequente eu correria e me esconderia no quarto dele , ou que se eu estivesse chorando e ele viesse me perguntar oque foi eu socaria ele para depois contar oque tinha acontecido e ele me chamar de chorona e me fazer rir e esquecer o porque do choro. Mas agora ele não tem mais tempo para nada.
- Ele é velho né Alex , ele tem afazeres e você ta até parecendo menininha apaixonada.
- Credo Hannah , é só que eu considerava ele como o irmão mais velho que eu não tenho poxa.
- Vai lá falar isso para ele. 
- Ta doida , não dou o braço a torcer de jeito nenhum. 
- Você é orgulhosa - Escutamos passos na escada e paramos de falar e ficamos vendo tv.

  Depois de quase uma hora assistindo tv , Hannah levantou e disse que ia revirar minha cozinha , eu disse que ela podia revirar oque quisesse eu não tava nem ai , ela já era de casa.

- Você não sabem - Pattie desceu e falou , hannah que agora tinha colocado uma panela no fogão veio até a bancada que dava para a sala - Justin vai trazer uma "amiga" para jantar conosco hoje a noite.
- E oque eu tenho haver com isso ? - Então era por isso , por isso que ele nunca tinha tempo mais para nada , todos os dias de noite ele saia , chegava de madrugada. -
- Achei que fosse uma boa noticia a se dar. 
- Desculpe , mas oque vem dele não me interessa Pattie. 
- OK ok , entendi - Ela saiu novamente -
- Chocolate ? - Hannah falou com cara de "se quiser chorar eu to aqui" -
- Não vou chorar , mas eu quero chocolate - Falei sentindo o nó na garganta.-

  Hannah fez chocolate e nós nos entupimos falando mal do Justin claro , precisavamos falar mal dele , é a lei se uma amiga está com raiva de um garoto ,comam chocolate e falem mal dele.

- Oi meninas - Escutei a voz de justin assim que ele terminou de descer as escadas -
- Continuando , Ele é um idiota completo sabe aquele tipo de idiota que eu queria arrancar o pinto fora - Falei ignorando ele - 
- Oi . - Hannah foi curta e grossa - Amigan sabe quem vai vim para cá em menos de 1 mês e vai trazer 3 amigos ultra mega hiper gostosos ?
- Não me diga que é ...
- Isso mesmo você não tem noção do quanto ele ta malhado e nem de como os amigos dele são gostosos ele ta outra pessoa mais ainda o mesmo amor de sempre , e continua apaixonadissimo por você.
- Own que saudades dele. Pelo menos ele é um homem em excessão nesse mundo se todos fossem iguais a ele - Falei sorrindo e escutei a porta da geladeira bater -

 Vi de canto Justin saindo da cozinha e correndo escada afora e bufei , idiota.


Justin Narrando - 

  Hoje meu dia estava extremamente cuzado , eu não estava com saco para nada , simplesmente nada , era um daqueles dias que você quer apenas deitar e ficar ali pensando , cansado , as vezes com alguem que gostamos muito. Quando resolvi descer escutei uma conversa de Alex e a tal Hannah sobre mim , e eu fiquei meio que abestado ela nao me odiava tanto assim , ela sentia minha falta , eu sorria por dentro e por fora mas quando vi minha mãe chegando me escondi por trás das plantas e a conversa ficou tensa , Alex não gostou nem um pouco da historia de eu trazer uma "amiga" , ficante para jantar conosco.
  Sim eu iria trazer ela é uma pessoa legal , estou saindo com ela faz 3 messes e ela já me levou para conhecer seus pais , e nada mais justo que eu traze-lá a minha casa também.

- Justin - Escutei minha mãe gritando e como já estava arrumado , desci - Que roupa é essa , você está trazendo sua futura namorada para sua casa e se veste assim , com essa roupa de moleque Justin.
- É o meu estilo , goste vocês ou não continuarei me vestindo assim e pronto , Foda-se se ela vai gostar ou não.

  O Raymond chegou e toda a mesa já estava pronta , Mamãe estava animada com aquilo , Hannah e Alexandra desceram logo em seguida e todos estavamos sentados na sala , em um silencio mortal a campainha tocou e mamãe se levantou sorridente.

- Deve ser a tal moça. -Falou mamãe indo até a porta -
- Eu atendo . - Me levantei suspirando e fui atender a porta , assim que ela entrou me deu um selinho mais um descolei rápido , não gostava de afetos , muito menos da frente dos outros - Vamos até o resto... - Falei e assim que chegamos á salá vi Hannah e Alex levantarem. -
- ISADORA - Elas duas gritaram e Isa me soltou bruscamente , o clima ficou tenso e eu não sabia oque falar -
- Como se conhecem ? - Perguntei a primeira e unica coisa que me veio a mente. -
- Eu não acredito nisso - Alexandra bufou furiosa e Hannah balançou a cabeça em reprovação- 
- Ela é nossa "querida" professora de ballet - Disse Hannah com sarcasmo -
- É uma surpresa ve-lás... aqui. - Disse Isadora meio sem jeito , pausadamente - Então Alexandra é a famosa irmã mais nova no qual tanto fala - Ela falou forçando um sorriso horrivel -
- Eu vou jantar fora . - Gritou Alexandra já do primeiro degrau da escada - 
- Ei , volte aqui - Disse Raymond e Hannah correu atrás de Alex -
- Era só oque faltava. - Disse minha mãe se sentando ao sofá - Sente-se querida , não ligue , ela é uma adolescente dificil , apenas crise.
- É eu á conheço bem Sra. Cure - Disse ela com um sorriso ainda murcho no rosto - 
- Bom , essa é Minha mãe Pattie e esse é meu Padrasto Raymond e aquelas você já conhece - Falei com a cabeça em Alex e não ali -
- É um prazer conhece-los -Disse Isa gentilmente -
- Sente-se , vou pegar algo para nós bebermos. - Ela se sentou e eu fui para a cozinha. -

  Eu queria fugir dali como Alexandra e Hannah , mas eu não podia , Isa estava lindissima um salto preto e um vestido simples roxo minha cor favorita , os cabelos soltos e andulados e a maquiagem , quase nenhuma. Demorei um pouco na cozinha , não queria ficar com eles , mas assim que voltei me deparei com a Guerra.

- Você não vai - Escutei Raymond falar -
- Me obrigue a ficar. 

  Meu queixo caiu e os drinks em minha mão quase foram junto , Hannah e Alex , ambas com um salto alto super lindo e estiloso , Alex com um preto em formato de bota e Hannah com um Vermelho de camurça normal e um vestido preto com detalhes vermelhos , os cabelos loiros agora soltos e com caxos maravilhosos , e a maquiagem quase invisivel , Linda.
  Já Alex , como explicar o quão linda aquela menina estava Um salto em bota preto , meia calça preto transparente e um vestido preto colado , as curvas de seu corpo eram as coisas que mais me chamavam atenção , seus cabelos lisos e longos e a maquiagem escura e revolta.

- Tchau para quem fica . - Ela foi até o chaveiro elegantemente e pegou a chave do carro preto e lindo de seu pai -
- Meu carro Alexandra. - Ele protestou mais Alex e Hannah já estavam fora de casa , lindas e elegantes e com um carro da altura da beleza delas , minha maninha hoje vai passar o rodo -

  "Passar o rodo" Esse pensamento me incomodou profundamente e eu franzi o cenho tentando esquecer isso.

- Nossa ... - Minha mãe falou - Nos desculpe por isso , não foi planejado querida.
- Que nada , adolescentes são assim mesmo , se revoltam um pouquinho e já fazem essa bagunça , convivo com adolescentes todos os dias , inclusive elas. - Isa sorriu sem graça  e engatou em uma longa conversa com minha mãe -

  Minhas mente estava tão longe que eu me senti culpado de não estar dando toda a atençao á Isadora , o jantar acabou e eu fui acompanha-lá até seu carro .

- Me desculpe por isso tudo. - Falei sem graça e ela simplesmente me deu um selinho -
- A culpa não foi sua , eu tive meio que culpa nesta história , depois converso com elas. 
- Mesmo assim , era para ter sido um jantar em familia e legal , mas foi chato. - Eu ri e ela também -
- Da próxima será melhor. - Ela sorriu e eu a beijei e assim que terminei o beijo descobri que estava sem vontade nenhuma de beija-lá mais , ela me beijou e eu apenas retribui para não deixa-lá sem graça - Até .
- Até. - Ela entrou no carro e se foi e eu fui para meu quarto -

  Cansado , acabado , destruido era como eu me sentia naquele exato momento , eu não estava afim de fazer mas nada além de ficar deitado , mas minha mente estava tão longe as horas estavam passando tão rápido e eu não conseguia pregar os olhos eram exatas 4:30 da manhã quando eu levantei da cama e definitivamente nao dava mais para ficar deitado nao tinha mais posição alguma para ficar. Assim que sai debaixo das cobertas senti o frio meu corpo poderia congelar e eu nao sai mais do lugar , porém eu queria tanto descer e arrumar algo para me destrair que eu não pensei nisto , na verdade sim ,mais toquei o foda-se.
  As luzes da cozinha e da sala estavam acessas , desci sorrateiramente curioso para saber quem estava lá e dei de cara com Raymond ele bebia uma lata de cerveja e assistia um jogo de basquete na tv.

- Oque faz acordado essa hora Justin ?....



10 Comentários <3