1 de ago de 2015

MUDEI PARA O SOCIAL SPIRIT

Gente , não sei se alguém lê mais minhas fanfics daqui , não vou excluir as fics pois aqui elas estao guardadas e esse blog me trás muitas lembranças , mais voltei a escrever depois de um longo tempo e agora estou no Social Spirit quem quiser me acompanhar novamente fico muito grata , comentem , favoritem , eu irei amar <3

https://socialspirit.com.br/fanfics/historia/fanfiction-justin-bieber-the-guardian-3796324


25 de jan de 2015

Slaps And Kisses. - 2° Temp. - 14° Capitulo



- Rosa eu... 
- Ta falando com ela de novo ? - Ele se virou para mim , os olhos arregalados , o corpo paralisado ...
- Não é nada disso Alex - Ele desligou o celular jogando-o no sofá -
- Claro que não , imagina ... Eu acho uma boa você voltar para o lugar de onde veio.
- Bom dia crianças - Vimos meu pai descendo as escadas de pijama - Quer dizer , Justin e Criança - Ele deu um beijo na minha testa -
- Bom dia - Resmunguei - 
- Que fazem de pé esse horario ?
- Hm.. Cheguei agora - Justin falou mordendo o lábio me olhando -
- Eu acordei cedo , fui na Hannah agora voltei ela vai sair -Sorri sem graça-
- Boom dia -Escutei a voz de Pattie enquanto meu pai nos olhava confuso , ele iria questionar sorte que Pattie chegou -
- Bom dia Pattie - Sorri amarelo -
- Bom dia mãe
- Vamos comer ? Vou fazer panquecas -Sentamos todos na mesa e eu evitava trocar palavras com Justin -
- Vocês estão estranhos - Falou papai enquanto lia jornal -
- Estamos normal papai - Falei me levantando da mesa e colocando o prato na pia -
- Oque houve Justin ?
- So cansaço Ray - Justin levantou e saiu da cozinha -
- Claro ... passa a noite na farra - Meu pai resmungou sem Justin escutar -
- A farra tava boa ... - Falei sem querer e meu pai me olhou imediatamente -
- Oque quis dizer Alexandra ?
- Que a farpa entrou no meu dedo - Falei olhando meu dedo -
- Mas não tem madeira aqui -Ele me olhou sabendo minha mentira -
- Ue , mas tinha farpa -Coloquei a louça lá e subi correndo -

  Emburaquei quarto do Justin e la estava ele colocando a gravata , mordi o lábio , a tantos dias eu não o via de terno gravata e sapato social , sorri encostada na porta e eu tinha certeza que ele não havia me visto ele colocava a gravata tão intertido e logo depois colocou o terno fechando-o na frente , o tipico Justin sério havia voltado e eu suspirei.

- Gostou ? - Ele perguntou sem se virar para mim -
- Você vai sair ?
- Sim - Respondeu ainda se arrumando no espelho -
- Pensei havia vindo apenas para se resolver comigo...
- Sim eu vim .. mas meu mundo não gira em torno de você -Ele falou sério e aquilo foi como uma faca em meu peito - Sempre brigamos , brigamos e brigamos agora eu lembrei o porque fui embora da outra vez. - Quando ele passou por mim e sumiu porta a fora eu cai sentada no chão e ali mesmo chorei as ultimas 2 horas antes do almoço;

  Quando respirei fundo tentando me acalmar eu me levantei olhando meu reflexo sobre o espelho , eu estava um completo bagaço , o meu corpo que chamava atenção , meus cabelos longos e jogados , ainda estavam lá , mas a vida dos meus olhos , a cor dos meus lábios haviam sumido, olhando para mim mesma naquele espelho a unica força que eu tive foi de tirar o celular do bolso e ligar para meu empresário.

~ Ligação On ~

- Alexandra ? Você me ligando oque houve ...
- Benjamin pode assinar que farei os novos 5 outdoors da Calvin Klein.
- Nossa... gostei da firmeza quando começamos 
- O Mais rápido possível
- Se poder amanha mesmo começamos.
- Obvio que posso 
- Assinarei hoje , chegue mais cedo amanha para ler e assinar todos os contratos.
- Okay. Obrigado

~Ligação Off~

  Tudo que eu tinha agora era minha auto confiança , eu queria focar no trabalho como eu conseguia fazer antes , mais Justin mexia tanto com minha cabeça , talvez eu nunca fosse conseguir me concentrar como antes com tudo oque acontece do nada.

- Mamãe - Suspirei e logo vi a pequena entrar pela porta do meu quarto - 
- Oi meu amor - Sorri vendo-a se arrastar amuadinha , a febre havia pegado-a durante 1 semana e agora a unica coisa que ela ainda faz é ficar deitada -
- Eu sonhei com o tio Justin de novo - Suspirei - Quando vamos ver ele mamãe ? eu quero ver ele ...- Ela se aninhou em meus braços e eu a cobri sentindo seus braços pequenos quentes - 
- Em breve princesa - Sorri sem querer contar que Justin estava ali , conosco na mesma casa , queria que ele a visse sozinho -

  Então ela adormeceu novamente em meus braços , eu estava extremamente preocupada , ela dormia noites e dias , ela estava com o semblante tão triste e quieto que a mais de uma semana não escutava uma gargalhada , não via aqueles dentes brancos como os de Justin. Quando o almoço chegou pattie trouxe o meu , e uma sopa para que eu desse a Megan que ainda dormia , o corpo mole e que esquentava cada vez mais. Foi impossivel faze-la comer , ela simplesmente dormiu novamente. Peguei o celular e digitei contra minha vontade aquele numero que estava na minha mente desde quando eu havia me apaixonado por tudo naquele homem.

~ Ligação On~

- Justin - Sussurrei quando o celular foi atendido -
- O próprio 
- Não pretendo escutar sua voz por mais de 5 minutos - Suspirei - Megan esta com febre , ela esta doente a mais de uma semana e esta apenas piorando...
- Já levou ao médico?
- Ela esta com crise emocional Bieber e isso médico nenhum pode curar.
- Oque faremos ?
- Seu mundo não gira em torno de mim , então continue fazendo oque estava fazendo.

~Ligação Off~

  Desliguei com tanta raiva que meu coração surtou dentro do peito , me encostei abraçando Meg e dormi , quando acordei ouvi apenas passos e a porta fechar de vagar , o som estava longe , quando abri os olhos já não havia mais ninguém ali apenas eu e Megan, Me desvencilhei do pequeno corpo e desci as escadas , meu pai e Pattie provavelmente não estavam em casa , o carro não estava lá , olhei em volta e só tinha eu , meu celular apitou e duas mensagens denunciaram pessoas diferentes na tela. 

" Eu sumi eu sei , estou com saudades , por favor não me mate , você sempre disse que talvez eu precisa-se tomar um rumo na vida e sim eu tomei , estou voltando hoje para casa , até breve" - Christian 

  Meu coração transbordou e eu própria pulei ali sozinha , Christian depois de tanto tempo havia dado sinal de vida , e eu estava incrivelmente feliz. Quando abri a outra mensagem meu coração parou , bateu tão lentamente que eu nunca havia visto ele daquele jeito.

" Eu sei que sou exagerado , eu sei que sou um cafejeste , mais eu sempre vou ser seu , sempre vou ser seu Bieber." - Bieber

 Poucas palavras , palavras sem criatividade alguma , mais sim meu coração pulava apenas com aquilo , olhei em volta querendo ve-lo ali mais não ele nao estava , o carro não estava lá , apenas eu e Megan. 
  Quando a noite chegou e Megan já havia comido mingau e dormido novamente eu fui me encontrar com Hannah , na casa de Hannah estava Caitlin , pulou em mim assim que me viu , sorri animada , eu estava precisando beber e descontrair. Fomos todas no meu carro.

- Conte-me os babados -Caitlin falou -
- Não tenho muitos , eu e Justin estamos entre tapas e beijos , ontem transamos , hoje brigamos - Suspirei - 
- E hoje vao transar de novo - Caitlin falou e Hannah riu , eu gargalhei junto -
- Sabem se ele vai ? - Perguntei -
- Hm... ja ta pensando no branquinho né - Hannah falou e eu ri -
- Besta , eu to mesmo.
- Não sabemos qual deles vai , falei com Chaz e ele disse que talvez iriam encontrar conosco , mas nao vi tanta firmeza. - Caitlin suspirou -
- E voce e chaz ?
- Agente ta na mesma , Kaio já ta grande e ele continua uma criança;
- Ah mais aquele dia que eu escutei ele nao tava sendo criança nao -Hannah falou e Cait corou -

 O caminho foi longo e divertido quando chegamos o primeiro carro que me chamou atenção no estacionamento foi o dele o sangue esquentou e aquele fervorzinho incomodo entre as pernas me fez respirar fundo. Entramos rindo mais meu sorriso disfez quando vi Justin levantar e arrumar o casaco passou a lingua nos labios e andou em nossa direção de relance sorri ao ver Christian junto dele na mesa

- Olá meninas - ele beijou o rosto de cada uma - Posso roubar minha garota um pouco de vocês -Justin apertou minha mao com tanta força e assim que elas assentiram ele me puxou dali-

- Me solte - Resmunguei quando chegamos ao estacionamento -
- Eu não quero você perto dele - Justin estava contrariado , passava a mão pelo rosto como um doente em crise -
- Oque ? Mais como assim?
- Ele quer você e eu não quero desputa-la como um pedaço de carne Alexandra -Ele encostou no capo do carro dele e escondeu o rosto entre as maos -
- Justin - Segurei seu pulso tirando cuidadosamente suas mãos que escondiam o rosto - Você nao vai me disputar
- Então oque vou fazer ? - Ele inverteu o lugar comigo rapidamente - Ficar sem você e megan eu nao vou.
- Você não pode ser meu dono - Alisei sua nuca - oque christian quer comigo é amor , oque eu quero com ele é sexo.
- Porque se tem eu ?
- Porque ele é melhor - Sorri sinica e sai rebolando -

   Entrei e vi Christian vir em minha direção o abracei tão forte que achei que fosse me esmagar em seu corpo masculo , seus musculos haviam crescido , ele havia crescido , o cabelo arrepiado e os lábios vermelhos como antes.

- Estava com tanta saudades - Falei sorrindo e me afastando -
- Eu também , mais precisava dar um rumo na minha vida.
- Eu entendo
- E você ?
- Eu bom ... eu continuo dando pro Justin - O queixo de Christiam caiu -
- E eu ?
- Ue cara - Nós gargalhamos - 
- Espero que não de certo - ele suspirou o sorriso sumiu de meu rosto - não quero ver você junto com ele alex , voce um dia vai entender que as coisas aconteceram ao nosso favor  tudo cooperou para que ficassemos juntos 
- Mas nem sempre  a vida toma um rumo só.
- Infelizmente - ele suspirou - 
- So nao quero que se iluda sempre deixei a entender que não teremos nada além disso , voce é um ótimo amigo mais ...
- Você gosta mais de dar pro Justin 
- Eu amo ele é diferente.
- eu entendo. - Ele sorriu amarelo e voltamos para a mesa , me sentei na cadeira ao lado de Justin - 

 Bebi como se nunca tivesse bebido , eu estava alegre o porque ? Nem eu sabia , mais sabia que não era so eu que tava assim, Hannah as três vezes que tentou levantar para ir ao banheiro caiu em cima de Ryan e ele nada ficou satisfeito mal conversou com ela a noite toda, saiu 5 vezes da Mesa para falar ao celular , Justin tinha bebido moderadamente minha parte que estava sã sabia quem estava bebado e quem nao tava ,  eu estava loucamente afim de sair gritando , AH e caitlin ela estava falando coisas totalmente sem sentido as unicas palavras que provavelmente haviam sentido eram as que ela falava no ouvido de chaz hora ou outra pois ele ficava vermelho que nem um doido.

- Alex vamos embora.
- Quer carona alex ? - Justin e Christian falaram no mesmo instante - 
- Voces .... tao doidos pra .. me comer - comecei a rir do que eu tinha falado e vi os olhos de justin se arregalarem , hannah começou a rir comigo -
- Gente preciso ir - Ryan falou quando voltou a mesa - 
- Vai transar ne viado ? - Chaz falou e os meninos riram -
- Preciso terminar a noite bem ne -  ele mordeu o labio e saiu - 
- Idiota a hannah ta doida pra dar para voce - eu gritei e todos que estavam em volta nos olharam senti a mão de justin em minha boca - 
- Vamos todos embora 
- Eai alex vai comigo ? - Chris perguntou - 
- Hoje ... eu quero dar pro justin - eu comecei a rir novamente e justin ficou vermelho -  bobinho - dei um tapa na cara dele sem querer mais ri muito depois daquilo - 
- Chaz leva caitlin embora antes que ela piore - Falou justin quando caitlin ia virar mais um copo de vodka - 
- melhor mesmo , vlw gente - Ele saiu arrastando ela que ria - 
- Eai chris ? 
- bom vou com hannah - chris falou e eu escutei um choro alto -
- Oque foi hannah ?
- ninguém quer me comer - ela deitou na mesa chorando tao alto que todos olhavam e eu comecei a rir , tao descontroladamente que eu cai da cadeira deitada no chão.
- As pessoas nunca querem eu - Hannah chorava como um bebe querendo mamar - 
- Chris pelo amor de Deus vai embora - Justin resmungou pegando me pelo braço do chão- 

 Dentro do carro eu via a estrada dupla e ria disso sozinha , Justin passou a mão em minha coxa nua e falou algo que eu nao entendi enquanto ria.

- Eu nao to vendo nada - ri de novo - Esse nao é o caminho da nossa casa 
- voce é maluca se acha que vou te levar pra casa assim.
- Sou maluca por você - Eu falei rindo - 

  Quando o sono bateu eu apaguei , nem na metade do caminho estavamos ainda. Quando acordei , olhei em volta e so tinha mato olhei para o lado do motorista rapidamente e senti minha cabeça doer, vi justin e ele sorriu para mim.

- Estou te sequestrando - Sorriu -
- Aonde estamos indo ? 
- Eu tenho uma casa num campo aqui perto vamos pra la sao so 3hrs da manha daqui apouco chegamos la.
- Seu maluco nao podemos voltar tarde.
- de manha voltamos , qualquer coisa voce esta com as meninas. - ele piscou pra mim e riu -
- ta rindo menos. Ainda ta muito bêbada ? 
- Estou so com dor de cabeça , bebi pouco , so sou fraca pra isso - Ele riu - 
- eu sei.

Quando chegamos ao campo , uma casa linda era para ser uma fazenda mais pelo jeito havia sido reformada e estava incrivelmente linda um caminho de terra ate a varanda da casa e em volta flores , arvores e o ar livre cativante.

- Lindo - ele riu e eu Desci do carro meia zonza - 

 Ele parou olhando a casa na metade do caminho e eu que ia mais atrás o abracei por trás , sua cintura e suas costas largas me escondiam atrás dele ainda mais por eu nao estar de salto.

- Eu nao tinha visto aqui ainda - escutei aquela voz o ar de riso e ri também - 
- Bonito aqui - Sorri sem graça -

 Entramos calados , quando minha consciência voltou eu realmente estava chateada com ele , Justin me tratava hora como um pedaço de carne e hora como sua mulher , minha mente havia ficado confusa no meio disso.

- Sinta-se a vontade - Deu um sorriso torto e sumiu escada a fora -

Me levantei e caminhei pela casa a procura de um banheiro, quando o achei sorri vendo o banheiro inteiramente espelhado e bonito entrei me sentindo intrusa mais ainda sim me despi para o banho , a água fria descia por meu corpo fazendo-me encostar a cabeça na parede perdida em pensamentos , megan . Justin , Christian , Meu pai todos rodeavam minha mente como um balde de água fria. Quando sai do banho uma toalha e uma blusa masculina estavam em cima da pia , coloquei a blusa que cobria até abaixo da calcinha e penteei os cabelos deixando-os soltos sai como um cachorrinho acanhado do banheiro e Justin não estava lá , joguei a toalha no sexto de roupas no banheiro e me sentei no sofá a tv estava ligada no bob esponja e eu sorri lembrando que Justin e Megan assistiam esse desenho e riam sempre da mesma coisa.

"I don't work hard when it's easy, I put in work when it's hard 
Não dou duro quando é fácil, só me esforço quando é difícil
I never believed in love until I had yours
Garota, nunca acreditei no amor até que tive o seu
This is more than a season and I'm not just fun
Isso é mais do que passageiro, eu sou mais do que diversão
I'm not afraid to tell you that you're the one
Não tenho medo de te dizer que você é a garota certa..."

 A voz suave me chamou atenção meu olhos voaram para o comodo ao lado , parecia a cozinha , levantei-me em silencio e escondida atrás da parede sorri , um sorriso tão sincero , lá estava Justin de costas para mim , apenas com uma calça de moleton cinza ele cortava algo com uma faca sobre a pia , sorri e fiquei ali olhando-o , as costas nuas , os lábios mexendo deixando a voz maravilhosa sair deles...

"The one I wake up thinking 'bout
Aquela em quem penso quando acordo
The one I can run to when I'm feeling down
Aquela com quem posso contar quando estou triste
Life so all good when you're around
A vida é linda quando você está por perto
Girl nobody from the past is beating you right now
Garota, ninguém do passado foi melhor do que você, agora..."

 Ele faziam com os lábios oque parecia ser o som do violão e voltava a cantar com graça , cantava tão bem que ja parecia estar acostumado a fazer aquilo. Quando a cantoria acabou eu ja estava com o coração explodindo em amor. Me virei voltando para a sala , sorri e puxei as cobertas para o meu corpo pouco coberto , o clima estava agradavel , vendo que já eram 00:00 e o tempo começará a esfriar tudo ficou melhor , as janelas abertas faziam com que ventasse a sala e esfriasse;

- Oi - Uma voz masculina atrás de mim fez-me se arrepiar dos pés até a cabeça -
- Justin ? - Ele sorriu e se juntou a mim , com uma panela e duas colheres em mãos.- Brigadeiro ?
- Mulher você se agrada com chocolate - Ele sorriu com as bochechas rosadas e eu sorri junto -

 Se juntou a mim , por debaixo das cobertas e mudou os canais da tv e deixou no filme meu malvado favorito eu ri um pouco alto demais.

- Oque foi ?
- Independente da idade que tivermos , sempre vamos gostar de desenhos de crianças.
- Que foi nao sou tao velho assim...
- Um pouquinho - Eu ri e ele resmungou -

Depois de quase meia hora eu sentada jogada em cima dele comendo chocolate com granulados por cima ele falou algo ,me levantei olhando-o.

- Oque você disse ?
- Precisamos conversar sobre nós ...
- Tem nós ?
- Sempre teve , sempre vai ter.. Nunca conseguiremos nos separar;
- oque falar sobre nós ?
- Eu quero você , hoje não quero só te beijar e deixar tudo rolar eu quero que quando acordamos amanha de manha eu possa simplesmente me virar pro lado e te beijar sem preocupação de que você possa ter sumido , ou que você irá embora e eu terei novamente que passar mais um dia me achando o tolo idiota, eu quero poder dizer para quem tentar se aproximar de você como o christian que você é minha, eu não to aguentando mais alexandra esse gato e rato. Eu te amo e quero enfrentar tudo sem brigar , ou precisar ir atrás de você o tempo inteiro , eu só quero ter a certeza que todas as noites você vai voltar pros meus braços.
- Sabe que pra mim nunca vai ser facil ...
- Eu sei , sempre teremos marcas , sempre teremos lembranças , nada era pra ter acontecido do jeito que foi e eu sempre vou me corroer por dentro toda vez que eu te toco eu lembro o monstro que eu fui , toda vez que eu olho para o seu corpo eu tenho vontade de morrer alex , mais eu não posso , eu não posso viver sem você , sem megan , eu sei que não sou a melhor pessoa do mundo , a mais simpatica , ou o mais carinhoso , sei que todas as palavras que ja te falei te magoaram tão profundamente que senti em mim mas a mais sincera delas , foi o Eu te amo.

 Meus lábios voaram para os seus e nao foi por fogo , ou porque eu queria dar para ele mas porque eu estava perdidamente apaixonada por ele , eu o amava incondicionalmente , eu o amava , eu sabia que isso nunca iria mudar , independente do tempo , independente do quanto tentassemos , ele tirou a panela que estava entre nós e me sentou em suas pernas que estavam em pernas de chines e ali ficamos , nos beijando até perder o folego , sem sexo , apenas beijos e abraços e assim foi a noite , não lembro quando dormi , nem onde dormi , so lembro que o clima , o amor , tudo estava presente naquele momento , naquela sala e eu não queria que isso acabasse mais...


Gente bom , não tenho desculpinha dessa vez , mas estou sem notebook então sabem né que sem um computador nao da pra postar -.- mas consegui terminar esse capitulo hoje pela gloriaaa de deus e postei :D espero que nao tenham me largado , amo vocês <3