13 de dez de 2013

Jogo de Sentimentos ♀♂ - 2° Temp - 12° Capitulo



Obrigada as minhas cats que me deram apoio sobre a morte do meu amigo , muito obrigada mesmo amo vocês <3

~Boa leitura e nao chorem~

LAURA: Nesse pouco tempo convivendo com você eu aprendi que , desde quando vocês fazem o certo ?
EU: Desde... nunca...
LAURA: Então oque você está fazendo sentada ai ?
EU: Ai vai que eu saia na rua e alguém queira meu corpo Nu ?
LAURA: SAMANTHA!
EU: To indo 

Levantei correndo quarto a fora , mesmo de roupa de dormir , oque era exatamente uma blusa bem grande e um shortinho bem curto peguei as chaves do carro e logo estava dando partida , eu quase não conseguia ver a pista estava chovendo muito mas eu sabia que só tinha eu naquele lugar , nenhum outro farol estava acesso peguei  a pista mesmo morrendo de medo , escuro , chovendo , sabendo-se lá oque poderia aparecer na minha frente eu estava lá , pronto , firme e forte para ir lá e agarrar oque é meu!


 Já estava uns 20 minutos dirigindo naquele carro quando ele começou a parar , ok carrinho ande você não pode parar , não agora...

EU: PORRA. -Soltei um palavrão bem alto vendo o contador de gasolina no vermelho- 

Parei o carro no encostamento e olhei em volta , celular , cade ? Em casa! Como eu vou sair daqui caralho bati a cabeça no volante e sai de dentro do carro , em volta estava tudo escuro , muito escuro e eu assim que me coloquei para fora do carro fiquei completamente encharcada a chova estava tão forte e o frio tão grande que eu quase congelei ali mesmo. Oque eu faço ? Do nada começou a passar aquelas Carretas que lavam selá oque de obra , corri para dentro do carro , ok eu sou valentona mas também tenho medo sentei ali e fiquei quase dormindo minha vontade era sair dali e ir andando mas ainda faltavam uns 20 minutos pra chegar até lá e eu com essa barriga mal aguento andar até meu quarto.


Justin Narrando -  

Acordei com o celular tocando desesperadamente , mentira eu nem dormi direito e quando eu consigo dormir o celular toca.

~Ligação On~

EU: Alô 
XXX: Justin ?
EU: Laura ?
LAURA: Sim , olha a Sam por acaso esta ai com você ?
EU: Não , porque ela estaria ?
LAURA: Ai meu deus 
EU: Fala Laura
LAURA: Bom ela saiu daqui para ir atrás de você mas já fez 1 hora que ela saiu e eu to preocupada ai liguei para saber se ela chegou bem
EU: Porra laura -Falei pulando da cama e colocando o supra- Como você deixa ela sair em baixo desse temporal ? Meu deus ainda por cima dirigindo sozinha
LAURA: Ué , mas ela tava aqui toda amuada , só te ajudei seu ingrato.
EU: Ok ok , eu vou atrás dela qualquer coisa te ligo
LAURA: Beijus.

~Ligação Off~

Meu coração estava tão apertado que foi difícil até para dar partida no carro mas sai que nem louco rua a fora , apesar que estava mas difícil que nunca , na minha frente tinham três carretas , o que estava na minha frente toda hora dava umas freadas bruscas , parecia até que estava dormindo , ta eu tenho quase certeza que ele estava cochilando. Eu já estava irritado de estar atrás dele , um percurso que eu faria em 10 minutos ele já tinha me feito demorar 30 minutos , deixei ele ir e praticamente parei o carro esperando ele ficar um pouco mas distante para ultrapassa-lo , mas era curva então eu continuei andando de vagar como uma tartaruga.

Porém freei tão bruscamente quando meus olhos se arregalaram vendo aquela carreta daquele tamanho deslizando curva a fora , o motorista perdeu totalmente o controle só vi quando ele bateu em um carro que saiu deslizando e capotou pista a fora, eu fiquei em estado de choque assim que olhei qual era o carro , eu conhecia aquela placa , eu conhecia aquele carro.  Praticamente voei para fora daquele carro e fui parar do lado do carro capotado.

EU: SAMANTHA. -Me abaixei tentando ver se tinha algo mas a única coisa que vi foi sangue escorrendo para fora do carro- SAM , POR FAVOR FALA COMIGO 

Nada , sabe como é angustiante você chamar a pessoa que você ama e ela não responder e ver tanto sangue jorrar pelo chão e não poder fazer nada , liguei para uma ambulância , liguei para tudo possível , bombeiro , policial e não , não sou exagerado , e liguei para todos os amigos dela , em menos de 30 minutos aquele lugar esta tao cheio que nunca tinha visto tanta gente fofoqueira acordada em uma madrugada , me tiraram de lá , simplesmente me tiraram contra minha vontade Oliver e Brian me puxaram para que eu não arruma-se briga com os policiais , estavam tirando Sam de baixo daquele carro e ninguém podia chegar perto.

EU: Mas que merda - eu chutei meu carro com toda a força que eu tinha e quando preparei pra da um soco Oliver entrou na frente-
OLIVER: Para cara -Ele chorava  também-
EU: Sai da minha frente
OLIVER: Não , você ficar nervosinho assim não vai ajudar em nada porra -Ele me empurrou e eu cambaleei para trás-
EU: Não encosta em mim -Fui pra cima dele mas parei respirando fundo , eu não queria arrumar briga , não agora-
NATHAN: Sem brigas por favor , a Samantha ta naquele carro , praticamente morta e vocês brigando pelo amor de deus vamos se juntar por ela -Falou com uma visível raiva-

  Me afastei deles e sentei no capo do meu carro , com as pernas dobradas e o rosto escondido entre elas eu tava parecendo uma tartaruga toda encolhida mas  eu só queria chorar eu fiquei ali por quase 1 hora e a única coisa que eu escutava eram ecos bem longe de "Justin , justin , justin" repórteres , paparazzis haviam chegado mas eu não estava escutando mas quase nada e eles não paravam de me chamar , mas a voz era tão distante pois tudo que passava na minha cabeça eram as gargalhadas de Samantha , a imagem do sorriso lindo dela..

 Senti quando alguem colocou a mão nas minhas costas e eu levantei um pouco a cabeça para ver quem era , era Wendy que chorava de soluçar mas estava mas controlada agora , ela se sentou do meu lado e encostou a cabeça no meu ombro e eu escutei uma gritaria descontrolada de Oliver , Nathan e Brian 

OLIVER: PORRA EU TO MANDANDO SE AFASTAREM E EU NÃO VOU FALAR NOVAMENTE -Olhei para o Lado e ele falava ou melhor gritava com paparazzis que se afastaram quando Nathan e Brian vieram com duas madeiras , vai começar a porradaria-
EU: Ela vai ficar bem ? -Falei quase para dentro , e Wendy levantou a cabeça-
WENDY: Vai. Ela é forte
EU: E o bebe ?
WENDY: Elas são fortes 
EU: Tem certeza ?
WENDY: Me desculpa... mas não -Ela começou a chorar novamente e eu apertei ela em meus braços-
XXX: Com licença -Olhei para o homem de jaleco em minha frente- O senhor é o responsável dela ?
EU: Sou irmão
XXX: Maior de idade ?
EU: Sim 
XXX: Estaremos levando ela para o Hospital ****** o senhor precisa ir pra lá o mas rápido possível para assinar os papéis
EU: Ok já á levaram ?
XXX: Sim aquele mocinho estressado foi com ela 
EU: Ok obrigada. -Ele saiu- Entrem no carro -Gritei e os meninos largaram os paparazzis para lá e entraram corridos no carro. 

Em menos de 10 minutos estávamos lá a sorte foi que Wendy sabia aonde era entramos correndo e demos de cara com Oliver na recepção 

EU: Cade ela ? -Perguntei sem folego-
OLIVER: Foi pra emergência -Ele falou chorando- Tem que fazer a ficha dela 

Fiz toda a ficha dela com os meus dados por ela ser de menor e nada de noticias dela já era agoniante ficar ali parado esperando , ninguém falava nada , Oliver quase avançou em cima do Doutor que falou que não podia dar noticias sobre o caso ainda. 2 malditas hora se passaram e oque falaram ? N-A-D-A.
 Meu celular começou a tocar e meu coração gelou era meu pai , fora as mensagem que apareciam toda hora do Twitter , a noticia se espalhou.

NATHAN: Atende mano
EU: Não ... como vou explicar isso pro velho ?
BRIAN: Todo mundo já sabe , ele também , você precisa explicar
EU: Explicar oque se eu ainda não sei de nada
WENDY: Deixa eu falar então ?
EU: Toma -Entregou o iphone para ela que saiu de perto de nós-
OLIVER: Vocês já viram como esta lá fora ?
EU: Ta chovendo ?
OLIVER: Chovendo agua e mulher ta lotado , elas querem invadir aqui 
EU: E porque não estou escutando barulho nenhum ? elas sempre gritam 
OLIVER: Os seguranças conversaram com ela e aqui é um hospital né
EU: Vou ir lá
NATHAN: Ta maluco ?
EU: Não , mas eu preciso respirar 
BRIAN: Deixa pra respirar depois , elas estão bem quietinhas deixe-as lá
EU: Ok.  -Respirei fundo vendo a dor nos olhos de Wendy enquanto ela falava-

Todos desviamos o olhar de Wendy e olhamos para o  doutor bem velho que parou em nossa frente

NATHAN: Resolveram trazer noticias ?
XXX: Prazer doutor Jaime  
EU: Prazer. Eai ?
Dr. Jaime: Você é o responsável pela senhorita Bieber ?
EU: Sim e ela como esta ?
Dr. Jaime: Olha... não sei se tenho noticias boas 
OLIVER: Fala logo caralho 
EU: Oliver!
Dr. Jaime: O caso dela foi grave ela bateu a cabeça , está desacordada desde o momento do acidente e teve 2 paradas cardíacas -Meu olhos se arregalaram e minhas pernas fraquejaram-
WENDY: E O BEBE ? -Olhamos assustados para trás e Wendy já estava entre nós-
Dr. Jaime: A Bebê -Ele respirou fundo- nasceu prematura , esta entubada -Meu coração foi parando e eu cai ajoelhado no chão- Qual de vocês é o pai ?  -Todos apontaram para mim-
EU: Eu -Falei quase sem voz olhando para cima-
Dr. Jaime: Você é um jovem de sorte essa criança terá um futuro brilhante não são todos que nascem com 6 meses e sobrevivem.
EU: -Apenas assenti-
Dr. Jaime: Faremos por enquanto oque for possível , mas se eu fosse o Senhor correria atrás do melhor hospital do mundo enquanto a tempo , essa bebe precisa de cuidados especiais e a sua ...
EU: Hum.. Irmã -Ele arregalou os olhos- e quase namorada 
Dr. Jaime: Sua.. irmã ... -Ele ainda me olhava assustado- Também precisa de muitas cuidados , eu li na ficha que vocês são internacionais e fora do Brasil tem mais recursos que eles precisaram , só uma dica. Com licença -Ele saiu e eu abaixei a cabeça , eu não sabia se chorava de felicidade por eles estarem vivos ou se estava desesperado pelo oque aconteceria no futuro-

Eu não por qual dos dois motivos eu estava chorando , mas eu estava , me levantei e passei as mãos no cabelos que obviamente estavam todo bagunçado , mas eu estava pouco me importando andei para fora do prédio sem rumo , sem saber oque estava fazendo eu só sabia que precisava de ar livre , assim que eu apareci na porta a única coisa que eu vi na frente foi aquele lugar cheio de meninas e meninos , eles estavam sentados no chão , todos e estava chovendo , muito , mas eles pareciam não se importar com a chuva.

Eu desci os 3 degraus que tinham , ultrapassei os seguranças e me ajoelhei um pouco afastado deles , algumas meninas pareciam se segurar para nao avançar em cima de mim , todos ficaram em silencio me olhando e eu olhando para eles , o silencio foi quebrado quando duas pessoas começaram a cantar quando eu vi já tava aquela multidão toda cantando e eu não sabia se sorria ou se chorava 

"There were days when I was just broken, you know
There were nights when I was doubting myself
But you kept my heart from folding
It didn't matter how many times I got knocked on the floor
You knew one day I would be standing tall
Just look at us now

Cause everything starts from something
But something would be nothing
Nothing if your heart didn't dream with me
Where would I be
If you didn't believe (Believe, believe)
Believe..."


Eu sorri enquanto as lágrimas rolavam , senti meu celular tocando no meu bolso mas eu nao estava nem ai deixei tocar , assim que eles terminaram de cantar eles aplaudiram e eu fiquei de pé aplaudindo-os também , a chuva só aumentava e eu estava preocupado eles ficariam doentes.

EU: Hey hey -Gritei mas provavelmente nem todos escutaram- Um segundo -Corri lá dentro e pedi um auto falante na recepção , elas tinham , milagre- Me escutam agora ? -Todos gritaram "Sim"- Eu quero agradecer a vocês por terem vindo até aqui de baixo de chuva a essa hora da manha ou madrugada , vocês são as melhores Beliebers do Mundo -Todos gritaram e os seguranças fizeram sinal de silencio- Xiiiu quietinhas.
XXX: Justin como você está ?
EU: Muito mal , mas eu estou sorrindo.
XXX: A Sam vai ficar bem ? -Olhei para uma menininha que deveria ter uns 6 aninhos, ela perguntou com os dedos na boca como se estivesse com vergonha-
EU: Eu vou fazer de tudo , o possivel e o impossivel para elas ficarem pequena.
XXX: Elas quem ? -Eu sorri-
EU: Em breve vocês descobriram. Mas bom agora eu tenho que ir , EU AMO VOCÊS -Gritei antes de sair e deixar elas gritando-

Assim que entrei sentei uma das cadeiras e desabei de novo , eu não sou forte.

Wendy: Seja Forte Bieber.
EU: Eu não sou forte
WENDY: Mas agora todos temos que ser , forte por 2 
EU: E meu pai ?
WENDY: Pense em uma pessoa acabada , é ele. Eu liguei pro Scooter e ele foi pra lá ficar com seu pai e hoje durante o dia eles estaram embarcando pra cá
EU: Melhor eles ficarem lá , estaremos indo pra lá o mas rapido possivel
WENDY: Vai transferi-las pra lá ?
EU: Sim , o melhor hospital do mundo se for possivel.
WENDY: Vai gastar muito Justin
EU: To nem ai , eu tenho dinheiro de sobre pro resto da vida não se preocupa Wendy -Beijei a testa dela e levantei pegando o celular-

Disquei rapidamente o numero do Scooter e ele logo atendeu.

~Ligação On~

SCOOT: Justin 
EU; Scooter eu preciso de ajuda 
SCOOT: Nós vamos prai o mas ra...
EU: Não precisa , ela nao vai ficar aqui eu preciso que você descubra o melhor hospital que tiver eu vou transferir elas prai o mas rapido possivel
SCOOT: Elas quem ?
EU: Putz , Olha .. a Sam estava gravida de uma menininha 
SCOOT: Quem era o pai ?
EU: bom.. Eu mas o meu pai nao sabe disso , então fica quieto que eu vou contar 
SCOOT: COMO ASSIM JUSTIN ? VOCÊ TA MALUCO ? BATEU A CABEÇA ?
EU: Não , mas ela bateu isso nao é hora de ficar brigando comigo porra
SCOOT: Ok eu vou arrumar tudo aqui
EU: Obrigada eu não vivo sem você beijo
SCOOT: Deixa de ser gay e não fica desesperado ai ok ?
EU: Vou tentar.

~Ligação Off~


Nathan: Cara você tem que ver a Louise ela é tão pequenininha , ainda não tem nada formado direito , não tem nem sobrancelha cara... -Ele falava mas eu estava no mundo da lua-
EU: Depois eu vej0
NATHAN: Como assim cara ? é sua filha
EU: Desculpa mas nao quero ve-la agora , nao estou preparado emocionalmente pra isso
NATHAN: Bom , você quem sabe 

Fiquei ali sentado de cabeça baixo por um longo tempo , não sei exatamente quanto tempo mas parecia que minha cabeça havia congelado , nada passava por ela levantei ainda sem rumo e fui até uma enfermeira perguntei para ela aonde ficavam os bebês e ela disse que essa criança não estava junto com as outras , estava em um quarto separado e disse onde era , assim que cheguei na porta encontrei Wendy e Nathan em pé encostados na parede

WENDY: Vai entrar ?
EU: Eu.. não sei -Bati a cabeça na parede- e se eu nao tiver coragem de chegar perto ? e se ...
NATHAN: Seja Forte.
WENDY: Seja forte , por elas...


Ae ae uma noticia que eu estava doida pra dá pra vcs , ESTOU DE FÉRIAS e com tempo pra escrever de novo UHUUUUL :D 
Então eu provavelmente vou postar hoje de noite de novo pra ir recompensando ok ?

Ops: Vou voltar com tudo e mas um pouco se deus quiser haha
Beijunda amo vocês <3